Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Negociações entre categoria e governo continuam

Postado por Simone de Moraes

28/07/2011 19:46


Crédito:

Após se reunir com os secretários de governo na manhã desta quinta-feira (28), o deputado Patrício seguiu para assembléia com policiais e bombeiros militares, em frente ao Buriti. “O governo assegurou que as propostas dos policiais e bombeiros militares serão encaminhadas, juntamente com a proposta da polícia civil ao governo federal”, ressalta Patrício.

Patrício ressalta que uma conjuntura política está sendo criada na esfera federal para afiançar o encaminhamento da proposta. “Esta semana, o governador já se reuniu com representantes do governo federal. Vamos fazer como sempre fizemos ao longo dos anos, vamos decidir em assembléia e negociar com o governo federal fazendo as articulações necessárias”, revela.

“Uma equipe técnica com bacharéis estruturou a proposta para que não haja nenhum vício de iniciativa. Não abrimos mão de nenhum ponto das reivindicações aprovadas por unanimidade em assembléia com a categoria. Não vamos dividir a categoria. Queremos dividir as responsabilidades, como sempre defendemos e essa proposta vai passar porque não abrimos mão”, discursou Patrício.

De acordo com as negociações, o código de conduta foi aceito e será instituído no dia 25, criando mais democracia a partir de uma junta militar que vai definir as formas de sanção disciplinar e acabar com injustiças. Ficou definido que o CHOAEM será por antiguidade e a quantidade de vagas continua em negociação com o governo e comandos militares. A antecipação do risco de vida continua em negociação, mas a primeira parcela de agosto está garantida e até o dia 25 o governador definirá as próximas. As negociações continuam abertas até 25 de agosto, quando é comemorado o dia do soldado.

Pelo cronograma apresentado pelo governo, outras três reuniões estão agendadas com as assessorias técnicas para os dias 8, 15 e 24 de agosto. Reuniões setorizadas com as entidades de classe serão realizadas ao logo das negociações para dar transparência sobre o andamento. Os mais de três mil militares que compareceram ao ato de hoje, decidiram, por ampla maioria, marcar uma nova assembléia para dia 26, às 9h, em frente ao Buriti.

 

Da assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)