Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

CPI da Saúde: “vamos mobilizar a população”

Postado por Simone de Moraes

26/05/2011 20:31


Crédito:

 

Ponto para o governo. Terminou nesta quinta-feira (26), o prazo para abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde. No dia anterior, houve uma tentativa por parte da deputada Celina Leão (PMN), propositora da CPI, de se realizar a votação para a escolha do presidente e vice das investigações. Porém, as articulações do governo fizeram com que não houvesse eleição, por falta de quorum. A parlamentar foi a única integrante da comissão que compareceu ao plenário.

“Eu acho que o governo realmente intercedeu, colocando em xeque a permanência dos deputados da base no Plenário”, afirmou Celina, referindo-se as negociações internas. A distrital revela sentir-se preocupada com o arquivamento da comissão. “Um dos principais papéis desta Casa é a fiscalização, então qual foi o motivo de o governo impedir a CPI da Saúde? Acho esta é uma reflexão que a sociedade de Brasília e os parlamentares, devem fazer”, avalia.

Celina considera que a atitude do governo, é ruim para a imagem da Câmara Legislativa. “É muito feio o que está acontecendo, isso é um sinal claro de que tem alguma coisa errada. A gente percebe uma manobra e uma interferência forte por parte do governo, para impedir a investigação das irregularidades”, disse.

O conteúdo da CPI trata da suspeita de desvios de recursos do SUS e favorecimentos ilegais na Secretaria de Saúde do Governo do Distrito Federal. O documento se refere à contratação de serviços de terceiros, em especial de internações em UTI no Hospital Santa Juliana, no período de 2002 a 2005.

Os nomes dos membros da investigação foram publicados no Diário da Câmara Legislativa no dia 12. Os titulares: Celina Leão (PMN), Joe Valle (PSB), Rejane Pitanga (PT), Dr. Michel (PSL) e Washington Mesquita (PSDB). Os suplentes são: Benedito Domingos (PP), Chico Leite (PT), Rôney Nemer (PMDB), Eliana Pedrosa (DEM) e Prof. Israel Batista (PDT).

“Qual é o grande temor do governo? Eles têm a maioria na CPI, são três contra dois”, observou. A deputada ainda alertou que poderá entrar com um mandato de segurança já que a CPI foi publicada no Diário Oficial, e que o andamento da situação ficará por conta da forma com que a oposição agir. “Nós vamos cruzar os braços esperar que fique desse jeito?Vamos entrar na justiça, buscar o direito de minoria e mobilizar a população!”, diz Celina.

 

 

(Visited 1 times, 1 visits today)