Câmara em Pauta Administração pública do DF terá de utilizar mais energias renováveis
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Administração pública do DF terá de utilizar mais energias renováveis

A Câmara Legislativa concluiu, nesta quarta-feira (26), a votação do projeto de lei nº 1.143/2020, do deputado Eduardo Pedrosa (PTC), que estabelece metas progressivas para a administração pública do Distrito Federal relativas à energia solar e outras formas energéticas. O PL, que segue para sanção governamental, foi aprovado em segundo turno e redação final. “A matéria entra na pauta da sustentabilidade e é um marco em relação aos órgãos do DF. O Estado terá de adequar-se e atingir as metas”, comentou o autor da proposição.

Nesse sentido, o deputado Robério Negreiros (PSD) lembrou que a Câmara Legislativa já consume 10% de energia fotovoltaica. “Mas, podemos melhorar ainda mais e chegar a 50%”, explicou, informando que áreas como o plenário, auditório, salas de reunião  das comissões e a entrada da CLDF já são “abastecidas” com esse tipo de energia. O deputado Delmasso (Republicanos) acrescentou que a Casa é pioneira, entre os edifícios da administração publica no Distrito Federal, no uso dessa tecnologia.

Contratos em Braille

Os deputados distritais também votaram, em segundo turno e redação final, o projeto de lei nº 36/2019, de autoria de Eduardo Pedrosa, que assegura às pessoas com deficiência visual o direito de receber no sistema Braille, das instituições financeiras, os contratos de adesão e demais documentos essenciais para a relação de consumo.

 

Marco Túlio Alencar

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03