Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Acusado de corrupção, Netanyahu confirma presença na posse de Bolsonaro

Postado por Simone de Moraes

2/12/2018 15:17


Crédito: Abir Sultan/Agência Lusa

A polícia de Israel recomendou neste domingo (2) que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu seja acusado no caso conhecido como 4000, que investiga se ele recebeu cobertura positiva do site de notícias Walla em troca de favores a seu proprietário, informou a polícia em comunicado.

Netanyahu, deve comparecer à posse de Jair Bolsonaro, segundo a informação divulgada na última quinta-feira (29) pela assessoria do presidente eleito, como sendo o primeiro chefe de Estado a confirmar participação no evento, acrescentando que a estadia do primeiro-ministro no Brasil “poderá representar um reforço nas relações do país com Israel”.

Já a polícia afirma, que têm indícios suficientes para acusar o chefe de governo “de suborno, fraude e abuso de confiança” e também para o indiciamento do acionista majoritário do grupo Bezeq e do site de notícias Walla, Shaul Elovitch. Caso compareça pose de Bolsonaro no dia 1º de janeiro, Netanyahu será o primeiro chefe de estado acusado de fraude a prestigiar a posse do presidente eleito do Brasil.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)