Fernando Franchisini quer prisão para Agnelo

Na última terça (13), o deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) protocolou um pedido de prisão para o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) e o irmão dele Ailton Carvalho de Queiroz na Procuradoria-Geral da República (PGR).

O documento também foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e lista uma série de denúncias contra o governador do DF, como o suposto enriquecimento ilícito de irmãos de Agnelo, para embasar o pedido de prisão. O pedido deverá ser analisado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que vai decidir se encaminha a denúncia para o STJ.

O GDF afirmou através de nota que o pedido seria oportunismo da oposição vindo de um partido que esteve envolvido em um dos maiores escândalos políticos ocorrido recentemente no DF, em referência à operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal.

O Pedido – De acordo com Franchisini, a suposta tentativa de suborno do delator de susposto esquema de desvios de verba no Ministério do Esporte, policial João Dias Ferreira, preso ao invadir o Palácio do Buriti na semana passada justificaria uma prisão cautelar de Agnelo.

Já a prisão do irmão de Agnelo se justificaria pela suposta ameaça feita a um jornalista da revista Istoé, que publicou denúncias de enriquecimento ilícito da família do governador do DF. “A ameaça desferida ao repórter Claudio Dantas Sequeira evidencia que Ailton Carvalho de Queiroz demonstra ser pessoa perigosa, cuja prática sugere tendência em obstar a instrução criminal, a aplicação da lei penal e possivelmente praticar crime de coação no curso do processo”, diz o documento.

Foto, Agência Câmara.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03