Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

STJ determina quebra de sigilo fiscal e bancário de Agnelo e Orlando Silva

Postado por Simone de Moraes

19/11/2011 2:30



Do Correio Braziliense – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou hoje (18/11) a quebra de sigilo fiscal e bancário do ex-ministro do Esporte Orlando Silva, do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e do policial João Dias.
O ministro Cesar Asfor Rocha, relator dos inquéritos que apuram denúncias contra os acusados, acatou pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), encaminhado hoje ao STJ.
A quebra de sigilo será referente ao período entre 2005 e 2010, época em que supostamente ocorreram os desvios no programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Asfor Rocha também acatou o pedido para tomar depoimento de Agnelo Queiroz, Orlando Silva e de mais 26 pessoas.
Na noite desta sexta-feira, o governo do DF divulgou uma nota oficial sobre a decisão do STJ. Confira abaixo:

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

Secretaria de Estado de Comunicação Social

Brasília, 16 de novembro de 2011 “O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, reafirma sua confiança nos procedimentos de apuração, que agora estão em esfera superior, em campo limpo, descontaminado das forças políticas que tentaram criar falsas denúncias.

Agnelo Queiroz apoiou a quebra de sigilo do inquérito e encara com naturalidade as medidas do Ministério Público Federal e do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O governador não tem receio algum de abrir as informações requeridas. Para ele, é oportunidade de elucidar, de uma vez, as acusações que tentam lhe impor.”

Secretaria de Comunicação
Governo do Distrito Federal

(Visited 1 times, 1 visits today)