Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Cientistas localizaram maior reserva de água do universo

Postado por Simone de Moraes

22/07/2011 21:50



Duas equipes de astrônomos lideradas por cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, descobriram o maior e mais distante reservatório de água já detectado no universo.

A maior fonte de vapor de água, com 140 trilhões de vezes mais massa do que toda a água dos oceanos e cem mil vezes mais massiva que o Sol, está situada a 12 bilhões de anos-luz da Terra (para se ter ideia, a luz demoraria 100 mil anos para percorrer apenas o diâmetro da Via Láctea).

Quasares são os objetos mais distantes no universo e podem revelar a evolução após o Big Bang.

Com massa e emissões de radiações gigantescas, ocupam o núcleo de galáxias remotas e são abastecidos com a energia de buracos-negros.

O APM 08279+5255, quasar observado na pesquisa em questão, tem um buraco negro 20 bilhões de vezes mais massivo que o Sol e produz energia superior à energia de trilhões de sóis.

O vapor de água é uma pista importante que pode revelar a natureza do quasar e fornecer uma interpretação mais refinada do cosmo.

Neste caso em especial, o vapor de água está distribuído ao redor do buraco negro em regiões gasosas espaçadas a centenas de anos-luz (a luz percorre no vácuo aproximadamente 10 trilhões de quilômetros em um ano).

Sua presença indica que o gás é extremamente quente e denso para os padrões astronômicos.

Os cientistas agora analisam a interação entre o vapor de água e a radiação do quasar para tentar descobrir certas propriedades físicas do objeto.

Além disso, as medições do vapor de água e de outras moléculas, tais como o monóxido de carbono, sugerem que há gás suficiente para alimentar o buraco negro apenas até cerca de seis vezes o seu tamanho.

Caso isso ocorra, parte do gás pode acabar condensando-se em estrelas, ou ser expulso do quasar.

Confins do universo – Porque o quasar está muito distante, as observações correspondem a um tempo em que o universo tinha apenas 1,6 bilhão de anos.

“O ambiente em torno deste quasar é o único a produzir essa enorme massa de água”, disse Matt Bradford, cientista do Nasa Jet Propulsion Laboratory e colaborador da Caltech.

“É mais uma demonstração de que a água está espalhada em todo o universo, mesmo em tempos mais antigos”.

As descobertas do trabalho foram reveladas no periódico especializado Astrophysical Journal Letters.

Com informações da Veja Online.

(Visited 1 times, 1 visits today)