Presidente da Câmara pede suspensão da delação premiada de Durval Barbosa

O Presidente da Câmara de Deputados, Marco Maia (PT-RS), em coletiva a imprensa nesta quinta-feira (10/3) defendeu a suspensão do benefício da delação premiada dado a Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais do Governo José Arruda, em troca da colaboração nas investigações da Operação Caixa de Pandora. Segundo Marcos Maia, é possível que haja mais de 200 fitas gravadas por Durval, e até o momento somente 31 fitas foram  divulgadas, “o princípio da delação premiada pressupõe que todas as informações a respeito do processo venham à tona e sejam colocadas de forma clara e objetiva para a sociedade, e isso não está sendo feito”, disse Maia.

Veja entrevista:


(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03