Câmara em Pauta Assoreamento do Lago Paranoá vai ser debatido na Câmara Legislativa
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Assoreamento do Lago Paranoá vai ser debatido na Câmara Legislativa

A deputada distrital Liliane Roriz (PRTB), realiza  na próxima segunda-feira (12), à 15h, Audiência Pública na Câmara Legislativa, para debater o assoreamento do Lago Paranoá.

No último mês, a Vara do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça do DF estabeleceu um prazo de 120 dias para que o Governo do Distrito Federal (GDF) retire e recupere todas as áreas construídas na orla do lago. Apesar da decisão da justiça, o executivo local não deixou claro se vai acatar a decisão e tomar providências quanto às invasões e a degradação do lago.

Segundo Liliane Roriz, é preciso que se defina com urgência uma política de preservação do Lago Paranoá “Queremos uma resposta sobre o que será feito com relação às invasões na orla do lago. Há anos que essa situação se arrasta durante anos e o lago não pode mais esperar”, afirmou.
De fato, ainda não existe nada de concreto que explique o será feito para recuperar e preservar o Lago Paranoá. Após a decisão da justiça, o executivo local apenas declarou que o GDF vai continuar com sua política de meio ambiente e de habitação e culpou os governos anteriores pela declaração.

Segundo alguns arquitetos e especialistas, as invasões que ocorrem hoje no Lago Paranoá são contrárias ao projeto inicial de Lúcio Costa. O arquiteto, Mário Gorovitz, explica que Lúcio Costa seguia os preceitos da escola bucólica que por sua vez valoriza a natureza e os grandes espaços de área verde.

A deputada Liliane Roriz declarou que um dos motivos da Audiência Pública é justamente discutir o projeto original da cidade que previa áreas livres e públicas. “Brasília é o patrimônio Cultural da Humanidade. Temos que pensar na nossa cidade para os nossos filhos, para os nossos netos”, acrescenta.

Devem comparacer na Audiência Pública representantes da Companhia de Saneamento Ambiental – Caesb/Df, da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento básico – Adasa/Df , da Universidade de Brasília, do Clube dos Engenheiros, e ainda das administrações do Paranoá, Lago Norte e Lago Sul.

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03