Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Pelo conjunto da obra

Postado por Simone de Moraes

28/04/2011 23:06


Crédito:

O deputado distrital Benício Tavares (PMDB), teve uma péssima noticia hoje (dia 29) à tarde. O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) decidiu cassar o seu mandato por abuso de poder econômico nas eleições de 2010, por cinco votos a um. Cabe recurso é verdade, mas pelo “conjunto da obra” de desacertos morais do Deputado, melhor seria se ele não recorresse.Veja a ficha de Benício:

1- Dezembro 2010 – O deputado Benício Taveres e Senador Gim Argelo envolvidos em escândalos de fraudes em licitações públicas.

2 – Durante a campanha eleitoral o Ministério Público do Trabalho recebeu denúncia “comprovada” que a empresa “Brasília Segurança” coagia seus funcionários a votarem em Benício Tavares.

3 – Em 2010 o TRE/DF negou por maioria dos votos o registro de Benício Tavares.

4 – Envolvido no escândalo do PDOT. Supostamente recebeu propina para aprovação.

5 – Em novembro de 2009 apareceu em um vídeo, recebendo dinheiro “supostamente” de propina do ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa.

6 – Em 2006 aliciou eleitores distribuindo propaganda eleitoral com formulários do passe livre. Foi condenado pelo TER a pagar uma multa.

7 – Em 2004 se envolveu em exploração Sexual de menores na Amazônia.

8 – Respondeu processo por desviar dinheiro público destinado a compra de cadeiras de roda.

9 – Em 2001 acusado pelo sumiço de 18,9 mil litros de leite da Associação de deficientes Físicos de Brasília.

10 – Acusado pelo MPDFT de ter se apropriado de recursos recebidos do Ministério a da Ação Social. Os recursos seriam destinados a compra de material hospitalar.

Informação Sérgio Loros

?

(Visited 1 times, 1 visits today)