Câmara em Pauta Cientistas alertam sobre os riscos de reutilizar garrafas plásticas para beber água
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Cientistas alertam sobre os riscos de reutilizar garrafas plásticas para beber água

Apesar de comum, a prática de manter água em garrafas ou jarras plásticas por apenas um dia pode ocasionar a infiltração de centenas de produtos químicos no líquido, de acordo com um novo estudo. As informações são do “IFL Science”.

O estudo

As descobertas, publicadas no periódico “Journal of Hazardous Materials”, vêm de um estudo realizado por dois químicos da Universidade de Copenhague, na Dinamarca. A dupla separou algumas garrafas plásticas novas e usadas — antes e depois de serem lavadas na lava-louças — e encheu-as de água da torneira. Depois de 24 horas, procuraram por compostos que migraram da garrafa para o líquido.

Foram detectadas mais de 400 substâncias diferentes do plástico da garrafa e mais de 3.500 substâncias derivadas do sabão da máquina lava-louças. Mesmo as garrafas novas, ​​que haviam sido lavadas apenas com água, tinham quase 500 substâncias diferentes na água — mais de 100 delas provenientes do próprio plástico.

Em comunicado oficial, Jan Christensen, um dos autores do estudo, declarou: “Nós nos preocupamos muito com os níveis de pesticidas em nossa água potável; mas quando colocamos água em um recipiente para beber, nós mesmos adicionamos centenas ou milhares de substâncias a ela. Embora ainda não possamos dizer se as substâncias das garrafas ​​afetam nossa saúde, usarei uma garrafa de vidro ou aço inoxidável de qualidade no futuro.”

As substâncias

Dentre os químicos identificados, foram descobertos vestígios de dietiltoluamida (DEET), comumente usado em inseticidas. No entanto, pouco se sabe sobre as outras substâncias. Muitas delas são desconhecidas e pendentes de identificação; e 70% dos produtos químicos identificados não tiveram sua toxicidade determinada.

Apesar de o estudo não ter informado se as substâncias encontradas são realmente nocivas à saúde, acredita-se que algumas delas tenham efeitos potencialmente prejudiciais, incluindo carcinógenos ou desreguladores endócrinos que interferem no sistema hormonal.

Foi possível concluir, todavia, que o calor e a água da máquina lava-louças desgastam o plástico, tornando-o mais propenso a liberar substâncias químicas na água potável. Por isso, caso você reutilize garrafas ou jarras plásticas para beber água, prefira higienizá-las com água fresca, longe de fontes de calor.

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03