Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Polícia Civil e MP cumprem mandados de buscas e apreensões na Câmara Legislativa

Postado por Simone de Moraes

16/12/2020 11:05


Crédito: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (16), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), cumpriram mandado de busca e apreensão, na sede da Câmara Legislativa (CLDF), no Setor de Indústrias Gráficas (SIG) e na residência do deputados José Gomes (PSB). O deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB) também é investigado na Operação Cidade Livre, mas não foi alvo dos mandados de busca e apreensão

A ação ocorre no âmbito de duas operações, chamadas de Alfa 19 e Cidade Livre, que investigam irregularidades na Administração Regional do Núcleo Bandeirante, assim como o uso de comissionados da CLDF em uma empresa de José Gomes e também a prestação de declaração falsa à Casa Legislativa.

As investigações tiveram início no Conselho Superior do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Parte da apuração foi desmembrada para o Juízo Criminal do Núcleo Bandeirante. A 3ª PROREG/MPDFT também participa da Operação.

A Operação apura as supostas fraudes praticadas pelo deputado José Gomes que envolvem declaração falsa à Câmara, já que estaria ocultando do Poder Público a continuidade ilegal na gestão da empresa REAL JG, prestadora de serviços para o GDF, concomitantemente com o exercício do cargo político. Além disso, os investigadores apuram o emprego de servidores públicos por parte do parlamentar em atividades desvinculadas do cargo público na Câmara.

Também estão sendo apurados crimes relacionados à cessão ilegal do Parque do Núcleo Bandeirante, sem que fosse realizada licitação e com dispensa ilegal de cobrança de taxa de uso de espaço público, o qual vinha sendo explorado economicamente por particulares sem a devida contraprestação.

 

Segundo a investigação, tudo ocorreu com a anuência da Administração Regional do Núcleo Bandeirante.

 

O deputado José Gomes informa que está tranquilo e que não cometeu nenhum ato ilícito. Segundo a assessoria do distrital, ele vai cooperar com as investigações para dirimir qualquer dúvida.

Em nota, o deputado Roosevelt Vilela disse que desconhece o teor das investigações e que quando administrador e em toda a sua vida pública sempre prezou pela lisura e responsabilidade com o bem público.

“Desconheço o teor das investigações, que, quando administrador e em toda minha vida pública, sempre prezei pela lisura e responsabilidade com o bem público. Informo ainda que o meu gabinete e a minha casa não foram alvo de busca e apreensão. Reafirmo o meu compromisso em trabalhar sempre dentro da legalidade e da transparência com o bem público

Roosevelt Vilela, deputado distrital

 

 

Com informações do Correio Braziliense

(Visited 1 times, 1 visits today)