Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Secretário terá que explicar corte no Plano de Saúde dos servidores

Postado por Simone de Moraes

3/05/2011 23:47



A ausência do secretário de Administração, Denilson Bento, na audiência pública para debater o Plano de Saúde dos Servidores do GDF, no último dia 29, teve repercussão na reunião da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) desta terça-feira (3). Os parlamentares aprovaram requerimento de convite do secretário para esclarecer à comissão a redução de 50% no valor previsto para implantar o Plano de Saúde.

“Acredito que houve reflexão e estudo para terem modificado o Orçamento, e essa pergunta ficou sem resposta na audiência”, reclamou a deputada Eliana Pedrosa (DEM) aos colegas presentes na reunião da CEOF. Ela criticou a ausência de representantes do GDF em eventos organizados pela oposição, como foi o caso dos debates em torno do Plano de Saúde e da pedofilia no DF.

Insatisfeita, a democrata queria, inicialmente, a convocação do secretário Denilson Bento: “em respeito à CLDF e à sociedade”. No entanto, após argumentos dos demais membros da comissão, acabou concordando com o convite.

Para o deputado Cláudio Abrantes (PPS), a convocação é uma medida drástica. “Entendo a preocupação, as audiências têm permitido debates produtivos para a vida pública, mas acho que devemos verificar antes os motivos da ausência do secretário”, defendeu.

O líder do governo na Casa, deputado Wasny de Roure (PT), concordou com Abrantes. “O secretário Denilson tem enfrentado um quadro complexo de negociação com várias categorias”, argumentou.

Após a aprovação do convite, o presidente da CEOF, Agaciel Maia (PTC), pediu o empenho pessoal do líder Wasny para agendar o encontro para os próximos 30 dias. “A informação é a matéria-prima do trabalho dos parlamentares, e é preciso aproveitar a atualidade da discussão”, disse.

Fonte: Denise Caputo – Coordenadoria de Comunicação Social

(Visited 1 times, 1 visits today)