Responsive Ad Slot

Sinpol divulga dados da violência no DF e a Secretária de Segurança protesta

Postado por Simone de Moraes

10/11/2016 17:49


Crédito: Montagem Simone de Moraes

Na manhã desta quinta-feira (10), o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) reuniu empresários, imprensa e sociedade, em evento na Associação Comercial do DF (ACDF), para mostrar dados que revelam a preocupante situação da violência na capital do país. Os dados foram coletados de órgãos como Secretaria de Segurança Pública do DF, Fórum Brasileiro de Justiça, Ministério da Justiça, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e de outras fontes oficiais sobre o assunto.

A secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar, que havia criticado a divulgação dos dados, foi questionada por Rodrigo Franco, presidente do Sinpol-DF, “Não entendemos o motivo em querer esconder esses dados. É por meio deles que o governo tem a capacidade de pensar as políticas de segurança. Não adianta dizer que a criminalidade diminuiu se não é o que o brasiliense sente nas ruas ou mesmo dentro de casa. O governo precisa, de forma urgente, investir mais em segurança pública e valorizar os profissionais que nela atuam”, disse.

Da mesma forma, o sindicato disse não concordar com a afirmação da secretária de que somente ela tem autoridade para repassar dados, uma vez que são públicos. “Esconder ou não permitir que a realidade seja informada de forma clara e transparente não é democrático, nem tampouco fará diminuir a sensação de insegurança. Também querer imputar responsabilidade ao sindicato simplesmente por ele informar a sociedade sobre a violência sérias é a mesma coisa que imputar às vítimas a responsabilidade dos crimes. O crime aumenta em razão da falta de políticas de segurança pública e em razão da falta de investimento. Coisa que infelizmente têm levado a sociedade brasiliense a tornar-se refém da criminalidade”, denunciou o presidente do Sinpol.