Compartilhar
Tweetar

Ações do governo da Bahia para impulsionar etnoturismo na Costa do Descobrimento

Publicado em: 02/08/2023

Capacitar e qualificar gestores públicos, empreendedores e profissionais indígenas que atuam no etnoturisno, na zona turística Costa do Descobrimento, para impulsionar o segmento. Com essa intenção, a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) vai oferecer cursos gratuitos na Reserva Pataxó da Jaqueira, em Porto Seguro, abordando temas como a história dos povos originários, desenvolvimento com sustentabilidade e atendimento aos visitantes. A previsão é que as capacitações comecem em setembro.

“O primeiro passo foi fazer a pesquisa sobre as características das atividades turísticas já desenvolvidas pelos indígenas e as potencialidades que ainda não foram exploradas. Agora, vamos dialogar com as lideranças para começar os cursos na Jaqueira e depois alcançar todas as aldeias”, pontuou a superintendente de Serviços Turísticos da Setur-BA, Fabíola Mandarine.

A secretaria também divulga as experiências que os turistas podem ter no território em que o Brasil foi descoberto, nas principais feiras do setor, nacionais e internacionais. O roteiro para vivenciar a rotina em uma aldeia indígena, com todas as suas tradições culturais, religiosas e gastronômicas, é um produto que desperta o interesse de estrangeiros.

O etnoturismo ganhou mais atrativos na Reserva da Jaqueira, com a inauguração de dois kijêmes (dormitórios) para hospedagem de turistas e o novo Portal Receptivo, entregues pelo Governo do Estado. As obras foram executadas pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Os kijêmes foram abertos durante o Aragwaksã, festividade de celebração das lutas e conquistas do povo Pataxó, que terminou, na terça-feira (1º), e teve a participação da Setur-BA.

“O Governo da Bahia tem compromisso com a valorização dos povos originários, que tanto emocionam os turistas. Diversas secretarias se mobilizam para ações transversais, cujo resultado é o aquecimento da indústria do turismo, gerando novos empregos e mais receita”, ressaltou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar, que participou das festividades em Porto Seguro.

“Há 25 anos, realizamos essa festa tradicional, que atrai pesquisadores e turistas. Com os novos equipamentos, melhoramos a infraestrutura para atrair um número maior de visitantes, que agora poderão se hospedar na Reserva”, declarou o presidente do Instituto de Etnoturismo, Juari Braz Pataxó.

A paulista Gildete Brunoro relatou a emoção de visitar uma aldeia, pela primeira vez. “Que experiência maravilhosa, que sensação incrível sentir a energia dos indígenas”. A catarinense Maurioni de Souza completou: “Eu também nunca tinha vivenciado isso, que é uma manifestação muito franca e natural da essência de um povo”

 

 

 

 

Ascom/Setur-BA

(Visited 1 times, 1 visits today)
Compartilhar
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03