Câmara em Pauta Bolsonaro se diz "maravilhado" com Joe Biden
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Bolsonaro se diz “maravilhado” com Joe Biden

Cleide Klock, correspondente da RFI em Los Angeles  

A Cúpula das Américas, que termina nesta sexta-feira (10), em Los Angeles, nos Estados Unidos, foi palco para o primeiro encontro do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, com o presidente americano, Joe Biden. Os dois chefes de Estado se reuniram nesta quinta-feira (9) numa audiência privada, a primeira desde que o democrata assumiu o poder, há um ano e meio. Transição energética e proteção à Amazônia estavam entre os assuntos tratados.

A reunião durou mais de meia hora, mas apenas os primeiros nove minutos foram com a presença da imprensa. Nesse momento, Bolsonaro foi o que mais usou a palavra. O presidente brasileiro falou por mais de sete minutos, destacando a importância de ampliar a cooperação do eixo Norte-Sul.

Joe Biden afirmou que “o Brasil é um lugar maravilhoso, com pessoas magníficas”. Ele lembrou que “teve a sorte de visitar o país três vezes”. O presidente americano elogiou o Brasil por fazer sacrifícios reais para proteger a Floresta Amazônica. “Acho que o resto do mundo deve ajudá-los a preservar o máximo que puder”, ressaltou.

Após destacar, nesta semana, que tinha o pé atrás com as eleições americanas, Bolsonaro disse ao presidente americano que quer que o Brasil tenha, neste ano, “eleições limpas, confiáveis e auditáveis para que não sobre nenhuma dúvida após o pleito”. “Mudou o governo, mas nós respeitamos, obviamente, e acredito que teremos mais encontros brevemente”, destacou Bolsonaro.

“Excepcional”, diz Bolsonaro

Após o encontro, o presidente brasileiro falou com a RFI e elogiou o colega. “Foi excepcional, muito melhor do que eu esperava. Estou muito feliz, posso dizer que estou maravilhado com ele”, disse Bolsonaro sobre Biden. “Não estou errando em falar dessa maneira. Ficamos quase meia hora conversando reservadamente, isso é bom para o Brasil e para o mundo. Já poderia até retornar para o Brasil hoje, com a missão cumprida”, relatou.

Sem entrar em muitos detalhes da reunião, o presidente brasileiro destacou alguns dos assuntos tratados: Amazônia, a guerra da Ucrânia e um acordo de cooperação para combater o crime organizado e o narcotráfico. Bolsonaro afirmou que Brasil e os Estados Unidos estão afinados em quase tudo.

“Há um interesse muito grande dos Estados Unidos no Brasil, e a recíproca é verdadeira. Se conseguirmos consolidar e ampliar esse eixo Norte-sul será bom para todo mundo”, disse.

“Falamos sobre a Amazônia, ela é muito grande. O Brasil é um exemplo de preservação ambiental no mundo e temos pela frente a questão da energia limpa, como as eólicas offshore”, citou. “Segundo o ministério brasileiro do Meio Ambiente, nós temos pela frente o equivalente a 50 Itaipus na costa do Nordeste, além do hidrogênio verde que se apresenta como uma realidade”, observou.“O Brasil, nos próximos anos está muito bem encaminhado na questão da energia e preservação da Amazônia”, concluiu o presidente.

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03