Câmara em Pauta Brasília ganha Praça Marielle Franco nos mil dias de sua morte
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Brasília ganha Praça Marielle Franco nos mil dias de sua morte

A área em frente à estação do metrô na Galeria dos Estados, no Setor Comercial Sul (Zona Central de Brasília), receberá o nome de Praça Marielle Franco. A decisão foi tomada pela Câmara Legislativa, nesta terça-feira (8), com a derrubada do veto do governador ao projeto de lei no 167/2019, que havia sido aprovado pelos distritais em novembro do ano passado. A homenagem se revestiu-se de simbolismo porque nesta data faz mil dias da morte da ex-vereadora carioca, sem que o assassinato tenha sido solucionado, conforme destacou o autor da proposição, deputado Fábio Felix (Psol), durante a sessão remota da CLDF na qual o veto foi apreciado.

Com a rejeição do veto, a própria Câmara Legislativa promulgará a lei que denomina o logradouro com o nome de Marielle Franco, que já foi dado a mais de 150 lugares (além de praças, bibliotecas, jardins, edifícios públicos, ruas e avenidas) em cidades de várias partes do mundo. “Hoje, conquistamos uma grande vitória para todos que militam em prol dos direitos humanos, na mesma data em que cobramos o desfecho dos assassinatos de Marielle e Anderson Gomes”, declarou Felix, lembrando também o motorista assassinado junto com a ativista.

Ele agradeceu ainda a sua colega deputada Arlete Sampaio (PT) pelo empenho na mobilização que resultou na derrubada do veto. O projeto da Praça Marielle Franco foi validado pela população do Distrito Federal em duas audiências públicas realizadas pela CLDF durante a tramitação do projeto lei.

 

 

Marco Túlio Alencar

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03