Câmara em Pauta Contribuindo com as eleições, Moro libera delação de Palocci que mente novamente
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Contribuindo com as eleições, Moro libera delação de Palocci que mente novamente

Nada é mais sintomático nas eleições brasileiras nos últimos anos no Brasil, que a contribuição de juízes e promotores para interferir no processo eleitoral forçando o eleitorado a optar por suas preferências partidárias. Essa pantomina, tem a contribuição e parceira da grande imprensa, que não mede esforços em ser protagonista dessa farsa burlesca.

Ás vésperas das eleições 2018, mais uma vez o juiz Sergio Moro, com a parceria da Folha de São Paulo, divulgou agora à tarde, a denúncia tirada sobre longa tortura, e sem provas, do ex-ministro Antonio Palocci, que afirma que as últimas campanhas presidenciais do PT para eleger Dilma Rousseff teriam sido feitas sob a movimentação de grande propina.

O período apontado pelo meliante,  foram as eleições de 2010 e 2014, que, segundo o delator, teriam custado juntas o valor R$ 1,4 bilhão, mais do que o dobro dos valores declarados oficialmente pelo PT à Justiça Eleitoral. Para esta afirmação, cabe assinalar, que Palocci não apresentou nenhuma prova, a não ser é claro, as do seu gogó seco por encarceramento ilegal mantido pela Lava Jaro de Curitiba.

Para finalizar, aponto sem medo de errar, que esse juiz é um vergonha para o judiciário brasileiro.

(Visited 1 times, 1 visits today)
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03