Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

PT- DF diz que o Partido dos Democratas é hospedeiro de políticos malfeitores que envergonharam a cidade.

Postado por Simone de Moraes

20/10/2011 3:22



O Partido dos Trabalhadores do Distrito Federal divulgou nota no final da tarde desta quarta-feira (19), acusando o partido dos Democratas de Brasília de “cinismo e desfaçatez”. Na nota o PT- DF diz que e o partido dos democratas é “hospedeiro de políticos malfeitores que envergonharam a cidade”. As críticas surgiram em função da nota divulgada pelo presidente do DEM Alberto Fraga, que enumera diversas denúncias contra Agnelo Queiroz:  “como um dos beneficiados do desvio de verbas através de ONGs, de superfaturamento nos aluguéis da Vila do Pan no Rio de Janeiro, de ter recebido propina da indústria farmacêutica. E agora é alvo de denúncias na revista Veja”, diz o comunicado.

Leia nota do Partido dos Trabalhadores do Distrito Federal:

NOTA PÚBLICA

 

O Partido dos Trabalhadores do Distrito Federal (PT-DF) denuncia o cinismo e a desfaçatez dos Democratas de Brasília. Partido hospedeiro até pouco tempo de políticos malfeitores que envergonharam a cidade,os Democratas querem agora roubar a cena com uma falsa postura ética e com acusações levianas contra o governador Agnelo.

Os integrantes dos Democratas sabem que a justiça federal já concluiu que não houve nenhuma participação do então Ministro Agnelo na denúncia formulada pelo Ministério Público Federal quanto aos jogos do Pan no Brasil em 2007. Tanto é verdade que determinou o desbloqueio dos bens do governador e à retirada de seu nome de qualquer responsabilização relativa aos fatos narrados na denúncia.

Os integrantes do Democratas também sabem que a gestão de Agnelo à frente do Ministério dos Esportes obteve aprovação em auditoria desenvolvida pela Controladoria Geral da União – CGU, conforme

atestam relatórios públicos. Portanto, Agnelo é ficha limpa e por isso agride tanto os integrantes do Democratas no DF.

O PT-DF desafia o presidente local do Democratas a provar a probidade administrativa da sua gestão à frente dos serviços públicos de transporte. Pesam contra ele denúncias de extorsão; fraudes à

licitação; recebimento de propina; entrega de linhas e favorecimento a grupos empresariais. Todas essas denúncias levaram à cadeia o principal auxiliar (secretário-adjunto) do presidente do DEM-DF. O

senhor Julio Urnau, assessor do então Secretário de Transportes do DF, recentemente preso deve explicações sobre seus crimes, inclusive o de fraudar convênios com entidades de pessoas com deficiência, chegando ao cúmulo de depositar recursos públicos do DFTrans na conta da própria mãe.

São os Democratas de Brasília que merecem absoluta repulsa e severa investigação sobre as condutas ilegais denunciadas.

Brasília, 19 de outubro de 2011.

(Visited 1 times, 1 visits today)