Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

“Sobre a égide da imoralidade”

Postado por Simone de Moraes

20/03/2011 11:27


Crédito:

Os brasilienses estão novamente perplexos com as denúncias divulgadas nos últimos dias sobre a participação da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN), no esquema Caixa de Pandora, e mais recentemente da deputada distrital Celina Leão (PMN), por beneficiar-se do seu cargo para dar empregos à mãe, aos irmãos e à cunhada na estrutura da Casa. A denúncia divulgada hoje (20.03) no Jornal Correio Braziliense, trás depoimentos de ex-funcionários de Jacqueline, onde Celina Leão era Chefe de Gabinete.

Segundo o Jornal CB o Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) está de posse de um documento com mais de 200 páginas, sobre a existência de servidores fantasmas ligados ao gabinete da parlamentar, além das acusações de que alguns funcionários eram obrigados a devolver parte dos salários, que beneficiava Celina e o marido da deputada Jaqueline Roriz, Manoel Neto.

Em nota divulgada agora a pouco, o líder do Bloco PT-PRB, Chico Vigilante, pede urgência na apuração dos fatos e diz que as denúncias são gravíssimas e desmoralizam ainda mais a imagem da Câmara Legislativa. “Defendemos que a Casa instaure uma investigação e apure, com a urgência necessária, a veracidade dos fatos, e caso sejam comprovadas as denúncias, que possamos aplicar as medidas cabíveis e punir os culpados. O que não podemos é compactuar com esse tipo de prática, nem permitir que esta legislatura comece sobre a égide da imoralidade”, afirma Chico Vigilante (PT).

 

 

Fotos: Keila Franco

(Visited 1 times, 1 visits today)