Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Procuradoria-Geral do Distrito Federal abre concurso para 100 vagas

Postado por Simone de Moraes

20/12/2019 13:26




Atenção, concurseiros. Acabou a espera de mais um edital tão esperado. A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) divulgou nesta sexta-feira (20/12) o concurso para provimento de 100 vagas imediatas e para a formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista Jurídico e de Técnico Jurídico da Carreira de Apoio às Atividades Jurídicas. Os salários são de R$ 4.720,00 para técnicos e R$ 7.320 para analistas, para 40 horas de trabalho semanal.

O concurso público será regido por este edital e executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Confira aqui o edital completo.
Há chances para analistas nas especialidades de administração, desenvolvimento de sistema, suporte e infraestrutura, arquivologia, biblioteconomia, contabilidade, direito e legislação, estatística, farmácia, jornalismo e  psicologia.
Já para os cargos técnicos, as chances são para apoio administrativo, eletricidade e comunicação e tecnologia e informação.

Inscrições

Os interessados podem se inscrever a partir de 10h de 3 de fevereiro de 2020 às 18h de 20 de fevereiro de 2020, por meio do site da banca. As taxas são de R$ 54 para nível médio e R$ 78 para superior.
O boleto bancário pode ser pago em qualquer banco, bem como nas casas lotéricas e nos Correios, obedecidos os critérios estabelecidos nesses correspondentes bancários. A taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 21 de fevereiro de 2020.
Para os candidatos que não dispuserem de acesso à internet, o Cebraspe disponibilizará locais com acesso à internet, na Central de Atendimento ao Candidato do Cebraspe, localizada na Universidade de Brasília (UnB) – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cebraspe – Asa Norte, Brasília/DF, das 10 horas às 18 horas do dia 3 de fevereiro de 2020 e das 8 horas às 18 horas do período de 4 a 20 de fevereiro de 2020 (horário oficial de Brasília/DF), exceto sábados, domingos e feriados.
Somente será admitida uma inscrição por cargo/especialidade/turno de provas.

Etapas

O concurso será composto de provas objetivas, para todos os cargos e prova discursiva, de caráter somente para os cargos de Analista Jurídico.
As provas objetivas, para todos os cargos, a prova discursiva, somente para os cargos de Analista Jurídico, bem como a avaliação biopsicossocial dos candidatos que solicitarem concorrer às vagas reservadas às pessoas com deficiência e o procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração dos candidatos negros serão realizados em Brasília/DF.
As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de Analista Jurídico terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 22 de março de 2020, no turno da manhã.
Já as provas objetivas para os cargos de Técnico Jurídico terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 22 de março de 2020, no turno da tarde.
Na data provável de 12 de março de 2020, será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal e nositedo Cebraspe, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.

Último concurso

Realizado em 2010, foram abertas 69 vagas, sendo 46 vagas para técnico jurídico de apoio administrativo, 13 vagas para analista jurídico – direito e legislação, três para analista jurídico – análise de sistemas, uma para analista jurídico – administração, uma para analista jurídico – arquitetura, uma para analista jurídico – arquivologia, uma para analista jurídico – biblioteconomia, uma para analista jurídico – contabilidade, uma para analista jurídico – engenharia agronômica e uma para analista jurídico – jornalismo.
A banca organizadora foi o Instituto Americano de Desenvolvimentos (Iades). De acordo com a banca, foram efetivadas 41.036 inscrições, sendo 32.319 inscrições para o cargo de técnico jurídico de apoio administrativo.
Com 60 questões, houve a aplicação de provas objetivas para todos os cargos. Foram cobrados conhecimentos em língua portuguesa, atualidades, noções de direito administrativo, legislação aplicada aos servidores da PGDF, noções de direito constitucional e conhecimentos específicos. Para os cargos de nível superior, os candidatos também fizeram provas discursivas e avaliação de títulos.
Do Correio
(Visited 1 times, 1 visits today)