Responsive Ad Slot

Assumir governo sem voto é “gostoso”, diz ministro de Temer

Postado por

5/09/2016 12:01


Crédito: Reprodução

O ministro-chefe da Secretaria do Governo de Michel Temer, e presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, tem um longo currículo de acusações de ilícitos em seu passado. A Bahia o conhece muito especialmente pela boca do falecido Antônio Carlos Magalhães, que costumava chamar Geddel de o “agatunado”. Entre os dois rolou muitas acusações, e ACM, na época, presidente do Senado, divulgou uma fita “Geddel Vai às Compras”, acusando o parlamentar baiano de enriquecimento ilícito, e de ter comprado 12 fazendas na Bahia e seis apartamentos em Brasília sem ter rendimentos para tal aquisição.

Esses fatos aconteceram em 2001, e até hoje nada foi apurado.Pois bem, Geddel agora anda muito feliz com o status recém-adquirido, em dos postos mais importantes do governo Temer: Ministro-chefe de Governo. Este final de semana ele decidiu animar o “domingo pacato” com um debate pelo Twitter. Alvo de diversas críticas, o peemedebista não se constrangeu e respondeu com ironia e xingamentos os seguidores da rede social.

Em um dos embates, um internauta questionou qual seria a sensação de assumir um cargo do Executivo sem voto popular. Sem rodeios, Geddel respondeu: “gostosa”.

Outra chamou o ministro de “babaca” e ele a classificou como “imbecil” e disse que iria bloqueá-la no Twitter, assim como fez com outros internautas.

A situação irritou os usuários, que falaram em atitude antidemocrática, o que foi contestado por Geddel.

Apesar dos embates na rede social, o peemedebista disse que estava “mais calmo”. ( Com informações de A Tarde)

Geddel