Responsive Ad Slot

Sandra Faraj quer prestigiar pastor investigado na Lava Jato concedendo título de cidadão

Postado por Luan

20/08/2016 18:15


Crédito: Reprodução

A deputada distrital Sandra Faraj (SD) entrou para Câmara Legislativa pela porta do culto evangélico. Inexpressiva na sua atuação parlamentar, volta e meia ela causa polêmica por suas posições fundamentalista, como foi o caso da Escola Sem Partido, bandeira que ela abraçou com a superficialidade que lhe é peculiar. Agora, ainda legislando nas causas divinas, ela apresenta proposta para conceder título de cidadão honorário de Brasília a um investigado da Operação Lava Jato.

O investigado, o pastor Samuel Cássio Ferreira, é pupilo do campeão de falcatruas da Lava Jato e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Na sua brilhante justificativa para referendar a proposta ao título de cidadão brasiliense , Sandra Faraj alega que “o pastor Samuel, como presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus de São Paulo, tem investido na educação religiosa de jovens e adolescentes, distribuindo bíblias e material didático”.

“O objetivo de vida do pastor Samuel Ferreira é levar ao conhecimento de milhares de pessoas a mensagem redentora e libertadora de Jesus Cristo, o senhor”, alegou a deputada distrital, no projeto protocolado na Câmara Legislativa. A parlamentar argumenta ainda “que o pastor é uma das mais respeitadas, competentes e influentes personalidades da capital”. O pastor mora em São Paulo.