Responsive Ad Slot

Celina Leão: sem fair play e sem bom senso

Postado por

29/12/2015 5:50


Crédito: Reprodução

 

A entrevista da presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão (PDT), publicada no Correio Braziliense neste domingo (27), continua causando rebuliço na cidade.

Sem nenhum “fair play”, Celina soltou o verbo sem poupar nenhum inimigo, chamando o ex-governador Agnelo Queiroz de ladrão, e o ex-secretário Hélio Dolly de covarde. Como é de praxe, a presidente da CLDF, costuma sujar o próprio jogo, sempre em busca do primeiro banquinho* que encontra pela frente, como foi o caso da sua “saída da base aliada” logo no início do governo Rollemberg.

Depois de fazer o maior estardalhaço sobre seu afastamento da “base”, e proclamado sua independência do executivo, Celina eleita com apenas 12.670, é a campeã de cargos na máquina pública comandada pelo vacilante Rodrigo Rollemberg. Um jogo que ainda vai lhe trazer muitos problemas pela frente.

Petista sai em defesa

Em defesa do ex-governador Agnelo Queiroz, o deputado distrital e líder da bancada do PT na CLDF, Chico Vigilante, emitiu uma nota repudiando às afirmações de Celina e dizendo “que o PT deve se unir e tomar medidas cabíveis, até mesmo judiciais, para responder os ataques”.

No bojo das suas afirmações intempestivas, Celina, além de chamar o ex-governador Agnelo Queiroz de “um bandido”, estendeu as suas ofensas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmando ser o “mentor de tudo isso”, em referência aos escândalos de corrupção no governo federal.

No que Vigilante também rebateu Celina: “A entrevista vem só demonstrar a incapacidade e a falta de preparo da presidenta da Câmara como personagem político e administradora da casa do povo. A deputada faz acusações graves, mas não apresenta prova alguma para corroborar estas afirmações”.

Para quem quer galgar outros postos na política brasiliense, as afirmações de Celina Leão só demonstram sua imaturidade e seu pouco bom senso!

banquinho*: pessoa que gosta de aparecer