Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

CLDF realiza fórum em defesa de religiões afro-brasileiras e ameríndias

Postado por Simone de Moraes

13/11/2015 12:58


A Câmara Legislativa do Distrito Federal vai sediar o 1º Fórum em Defesa da Liberdade das Religiões de Matrizes Africanas, Afro-brasileiras e Ameríndias nesta sexta-feira (13), às 19h, no plenário. Segundo a Coordenação de Enfrentamento ao Racismo da Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial (Sepir), mais de 10 crimes contra centros religiosos de matrizes africanas foram registrados este ano no Distrito Federal e entorno.

Representantes de centros religiosos, militantes e membros do Executivo foram convidados para o evento, que é uma iniciativa dos deputados Chico Leite (Rede), Cláudio Abrantes (Rede), Prof. Reginaldo Veras (PDT), Luzia de Paula (Rede) e Ricardo Vale (PT).

“Nós precisamos, acima de tudo, de respeito. Atitudes como essas, de ataque a terreiros de umbanda e candomblé, são cruéis. Temos que discutir o assunto e dar espaço para que as pessoas mostrem suas crenças”, defende Cláudio Abrantes.

“É imprescindível lutarmos pela liberdade das pessoas, e é direito de qualquer um praticar a sua religião sem qualquer tipo de preconceito e agressão, conforme prevê o artigo 5º da Constituição Federal”, destaca Prof. Reginaldo Veras.

Intolerância e impunidade – O terreiro de candomblé do babalorixá Babazinho de Oxalá, em Santo Antônio do Descoberto, foi atacado três vezes apenas este ano. O segundo ataque, ocorrido em setembro passado, destruiu totalmente o espaço. Criminosos arrombaram uma janela e atearam fogo no local. Um novo ataque, 11 dias depois, destruiu todas as imagens de orixás do terreiro. Os crimes foram registrados na delegacia da cidade, mas até o momento ninguém foi preso ou responsabilizado.

(Visited 4 times, 1 visits today)