Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Gim Argello recebeu R$ 5 mi para blindar UTC na CPI da Petrobras

Postado por Simone de Moraes

10/08/2015 7:49


Crédito: Dida Sampaio

O ex-senador Gim Argello (PTB-DF), que assumiu a vaga no Senado Federal após renúncia do ex-senador e ex-governador do DF Joaquim Roriz, recebeu R$ 5 milhões da UTC para proteger a empreiteira na CPI da Petrobras, em 2014. Argello, que não foi reeleito, era vice-presidente do grupo.

A empresa é uma das investigadas na Operação Lava Jato. O dono da UTC, Ricardo Pessoa, informou que o dinheiro foi repassado a Argello por meio de doações eleitorais.

A propina repassada ao ex-senador teria sido redistribuída a candidatos da coligação de José Roberto Arruda (PR), que teve registro barrado e renunciou à candidatura em 2014. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Arruda foi barrado com base na Lei da Ficha Limpa.

O então candidato ao governo do Distrito Federal foi condenado pelo Tribunal de Justiça do DF por improbidade administrativa no dia 9 de julho, por envolvimento no esquema de corrupção conhecido por ‘Mensalão do DEM’.

Somente a campanha de Arruda e a do deputado Alberto Fraga (DEM) receberam R$ 1 milhão da UTC, cada. Além disso, a deputada Liliane Roriz teve 99% da campanha bancada pela empreiteira e também recebeu R$ 1 milhão.

 

 

Fonte: Folha de São Paulo e Ag.PT

(Visited 1 times, 1 visits today)