Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Venceu o fisiologismo: Hélio Doyle pede demissão do governo do DF

Postado por Simone de Moraes

10/06/2015 14:40


Crédito: Reprodu

É prática comum em qualquer governo, que seus oponentes tentem de todos as maneiras atrapalhar a gestão de um chefe de executivo. Quanto mais dificuldades tiver o governo, mais será possível que seus inimigos se apresentem como alternativa de poder no próximo pleito. No entanto, quando esta batalha vem sendo travada dentro do próprio governo, e nos primeiros momentos do primeiro tempo, o governante corre sérios riscos da ingovernabilidade.

Fritar o Hélio Doyle foi a tática, e deu certo. O chefe da Casa Civil e homem forte do governo Rodrigo Rollemberg (PSB), pediu demissão do cargo depois de muita pressão dos deputados distritais.

O jornalista fez o anúncio em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (10/6) e garantiu já ter informado ao governador sobre sua decisão.

Segundo Doyle, ele virou alvo de críticas por parte dos deputados distritais, acostumados ao sistema de trocas de cargos por votações importantes para o governo. Sem citar o nome, o jornalista também falou de um certo “senador que o persegue há muito tempo”.

"Quero contribuir com o governo, e agora a melhor forma de fazer isso é tirar o alvo das críticas", disse. "Sou um empecilho para as boas relações do governador Rollemberg com o meio político", continuou.

Sem papas na língua, Doyle afirmou que não há espirito de "coletividade" e não poupou críticas aos deputados distritais. Segundo ele, alguns parlamentares da Câmara Legislativa aparecem no Buriti para fazer lobby para empresas, e enquanto isso, “gastam muito com combustíveis e mordomias”.

Sobre os ataques da presidente do Legislativo do DF, Celina Leão (PDT), que afirmou ter rompido com Rollemberg por haver um "excesso de petistas" na Casa Civil, Doyle classificou como "oportunismo": "Acusação de que há petistas é oportunismo. Isso é discurso barato, coisa antiga." 

O governador Rodrigo Rollemberg afirmou que a decisão de Doyle havia sido tomada há duas semanas. E lamentou a saída de um dos seus homens de confiança. "Estou triste com a saída do Hélio. Ele mostrou desprendimento, lealdade e compromisso com o projeto", disse.

Novo Secretário

O diretor-geral da Câmara dos Deputados, Sérgio Sampaio, deverá ser o novo secretário chefe da Casa Civil do DF. Advogado, Sampaio é servidor concursado da Câmara desde os 21 anos e voltou à Diretoria Geral da Casa em 2013. Ele já atuou como secretário-geral da Câmara e foi secretário de comissões importantes como a CCJ. Sergio é ligado ao senador Aécio Neves.

 

 

Com informações do Correio

 

 

(Visited 1 times, 1 visits today)