Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Agnelo pratica oratória antes de depor na CPI

Postado por Simone de Moraes

4/06/2012 17:11


Crédito: Divulga

O governador Agnelo Queiroz (PT-DF) confirmou na última sexta-feira sua ida à CPI do Cachoeira para depor no próximo dia 13. Na mira da CPI, tanto Agnelo quanto o governador Marconi Perillo (PSDB-GO), para melhorarem a oratória, contrataram serviço de media training para se preparem a enxurrada de perguntas que serão submetidos nas próximas semanas não só pelos deputados e senadores, mas pela imprensa no geral. E haja treinamento e assessoria viu, pois ambos são suspeitos de envolvimentos fraudulentos com o operador de jogos de azar Carlinhos Cachoeira e com a empreiteira Delta, que teve os sigilos bancários, fiscais e telefônicos quebrados em âmbito nacional.

Segundo a Polícia Federal, Perillo recebeu R$ 1,4 milhão de Carlinhos Cachoeira pela venda de uma casa e nomeou funcionários a pedido do empresário, preso sob a acusação de comandar um esquema de jogo ilegal. Já Agnelo, também teve assessores corrompidos pelo grupo de Cachoeira e ainda teria dado tratamento especial para a empresa Delta Construções. Tanto o tucano quanto o petista negam irregularidades.

Em pronunciamento sobre sua convocação para depor, Agnelo afirmou que no dia 13 irá desarticular a ideia de que a Delta Construções teve tratamento especial no governo dele e que todas as acusações contra ele são infundadas. “Minha origem é o parlamento. Tenho 16 anos de mandato parlamentar, respeito profundamente o parlamento e será uma grande oportunidade para esclarecer os fatos. Essa crise não é do Distrito Federal, nem minha, e vou deixar isso claro lá", ressaltou.

(Visited 1 times, 1 visits today)