Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Evangélicos leiloam travestis em presídio

Postado por Simone de Moraes

3/03/2012 1:24


Crédito:

 

 

Em entrevista ontem, quinta-feira, a Rádio CBN Cuiabá (AM 590) Clóvis Arantes, presidente e fundador da ONG LivreMente, fundada em 1995 e sediada na mesma cidade, denunciou que travestis presos no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé, estavam sendo leiloados por outros detentos evangélicos. Segundo Clóvis, os travestis eram usados como moeda de troca. O esquema era o seguinte: a cada favor que um presidiário fazia para a ala evangélica, um travesti era leiloado. Por fim, as vítimas leiloadas acabavam sendo molestadas pelos demais presos.

Para por fim a situação, a diretoria do Centro de Ressocialização de Cuiabá criou uma ala específica para abrigar as vítimas. O espaço, que atualmente abriga 8 travestis, foi denominado de "Ala Arco Íris". Clóvis contou na entrevista que visitou o lugar e que hoje as travestis se sentem mais seguras.

"Agora elas podem usar brincos, deixar o cabelo comprido e estão trabalhando na Ala Arco Íris", contou Clóvis. O presidente da ONG acrescentou que agora outra luta está sendo travada para que as travestis possam ser chamadas pelo seu nome social.

Clóvis afirmou que o objetivo da ONG é trabalhar para que os demais presídios de Mato Grosso também adotem a criação de uma ala específica. O objetivo é fazer com que os presos homossexuais e transgêneros, não sejam mais vítimas dos abusos cometidos contra eles.

É bem provável que agora, a diretora do centro e o presidente da ONG, venham a ser acusados de promover privilégios e regalias aos detentos vítimas dos abusos. O que não deixa de ser uma verdade, afinal de contas, esses seres humanos agora terão o privilégio e a regalia de não serem mais vendidos como escravos, nem de serem violentados.

Fonte, Nossos Tons.

(Visited 1 times, 1 visits today)