Renan Calheiros diz que não vota impeachment até plenário analisar cassação de Delcídio

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (9) que não colocará em votação a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff antes que a cassação do senador Delcídio do Amaral seja votada pelo plenário da Casa. Renan afirmou que não repetirá no Senado o que ocorreu na Câmara, onde o impeachment andou mais rápido que o processo contra o ex-presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Teto da remuneração do serviço público pode ser votado na terça-feira

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar, a partir de terça-feira (1º), o projeto de lei sobre a regulamentação do teto de remuneração do serviço público. Com urgência constitucional desde o começo do mês, o PL 3123/15 tranca os trabalhos e fixa novas normas para o cálculo do teto, tanto para o servidor público quanto para os agentes políticos.

O projeto determina que a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios instituam sistema integrado de dados relativos às remunerações, proventos e pensões pagos aos servidores e militares (ativos e inativos) e pensionistas, para fins de controle do teto.

Rollemberg aumenta ingresso do Jardim Botânico e distritais reclamam

A publicação de um decreto do governador aumentando o preço do ingresso ao Jardim Botânico de Brasília de R$ 2,00 para R$ 5,00 repercutiu no plenário da Câmara Legislativa nesta terça (10). O reajuste foi lamentado pelo deputado Ricardo Vale (PT), que também criticou aumentos na entrada do zoológico, no valor das passagens e nos restaurantes comunitários. “O movimento tem caído nesses lugares, por conta do preço, e o GDF vai acabar perdendo receita. A meu ver, o governador está errando”, afirmou