Em Goiás, Rio das Almas transborda e alaga cidade histórica de Pirenópolis

As fortes chuvas que atingiram o centro histórico de Pirenópolis, em Goiás, na madrugada de hoje (27), provocaram a cheia do Rio das Almas, que corta a região histórica da cidade. Desde às 3h da manhã o Corpo de Bombeiros trabalha para resgatar moradores ilhados.

O bairro de Pratinha, próximo a um dos mais conhecidos museus da região – Museu do Divino – foi o mais afetado e ficou completamente alagado, causando estragos em residências e deixando pessoas desalojadas. O comércio local também ficou prejudicado.

E em Goiás, estudantes ocupam 27 escolas contra novo modelo de gestão

Na parede da cantina do Colégio Estadual Lyceu de Goiânia, uma cartolina mostra os horários das refeições para os estudantes que ocupam a escola desde dezembro do ano passado. São quatro: café da manhã, almoço, lanche e jantar. Na última segunda-feira (18), o café que seria servido às 8h30 atrasou duas horas. “Passamos a manhã reunidos com os pais de alunos e alunos que vieram buscar informações na escola”, explica Guilherme*, estudante do ensino médio da escola e um dos primeiros ocupantes do lugar. As aulas começariam na quarta-feira (20) e o clima era de incerteza. Nem os ocupantes nem os pais sabiam o que aconteceria. Horas mais tarde, a secretária de Educação do estado, Raquel Teixeira, anunciaria que o início das aulas seria suspenso nos colégios ocupados.