Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Mais 40 idosos são hospedados na ação Hotelaria Solidária

Postado por Simone de Moraes

5/05/2020 18:53


Crédito:

Cerca de 40 idosos chegaram nesta terça-feira (5) ao Brasília Palace Hotel para participar do programa “Sua Vida Vale Muito – Ação Hotelaria Solidária”, coordenado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). Os novos hóspedes completaram as 300 vagas dessa iniciativa criada para oferecer proteção contra o coronavírus às pessoas com 60 anos ou mais que vivem em moradias inadequadas e sem condições para fazer distanciamento social.

No check-in, os idosos assinaram o documento de adesão ao programa, tiveram as bagagens higienizadas e fizeram o teste para Covid-19, em que todos apresentaram resultado negativo na testagem. A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, esteve presente na recepção aos idosos, inclusive auxiliou na higienização das malas e na prestação de informações e orientações aos novos beneficiários da ação.

“Estou animada porque eu vivo em uma casa com muita gente e muitas crianças. Aqui, eu espero ficar em segurança porque estou com medo e bem preocupada com a minha saúde”Júlia Caldas, 74 anos

Além disso, os hóspedes não ficam restritos aos quartos. Podem utilizar a área externa do hotel, que está com uso exclusivo para o programa, e têm acesso a oficinas e atividades em grupo.

A maioria dos idosos chega com o sentimento de alívio por encontrar um local seguro para ficar até o fim da pandemia de coronavírus. É o caso da moradora de Taguatinga Júlia Maria Caldas, de 74 anos, que chegou disposta a ficar três meses em isolamento social no hotel.

“Estou animada porque eu vivo em uma casa com muita gente e muitas crianças. Aqui, eu espero ficar em segurança porque estou com medo e bem preocupada com a minha saúde. Vim preparada para ficar 90 dias”, disse.

O aposentado Jaime Fernandes, 88 anos, decidiu deixar temporariamente a residência no Gama em busca de proteção no Brasília Palace Hotel. “Vou experimentar ficar nesse hotel para ver se vai dar certo. Mas, se Deus quiser, só quero sair daqui quando tudo isso tiver passado”, adiantou.

* Com informações da Sejus

(Visited 1 times, 1 visits today)