Operação Perfídia – PF prende servidora do TRT que desviou R$ 7 milhões

Hoje (segunda, 19) pela manhã a Polícia federal (PF) prendeu Márcia de Fátima Pereira e Silva Vieira, a servidora pública do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região, em Brasília, que é suspeita de desviar R$ 7 milhões em indenizações. A denúncia foi feita pelo Correio Braziliense na semana passada.

Ela está presa na carceragem da Polícia Federal e deve ser encaminhada à tarde para o Presídio Feminino, Comeia, no Gama. Uma coletiva de imprensa será realizada por volta das 14h, na sede da Polícia Federal.

Na operação denominada de Perfídia, a PF cumpriu mais três mandados de prisão temporária familiares da mulher, além de mandados de busca, apreensão, sequestro de bens e valores, incluindo o de pessoas que podem ter participado como laranjas no esquema.

Peculato – Márcia de Fátima foi cedida ao TRT em 2002 pela, Prefeitura de Luziânia (GO). Mesmo com processo administrativo do TRT, a expulsão dela do serviço público depende exclusivamente da prefeitura de Luziânia.

Acusada de peculato, a servidora é suspeita de ter armado um esquema em que se aproveitava do acesso aos processos trabalhistas e através de ordens judiciais falsas, recolhia indenizações depositadas no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal, num prejuízo estimado em R$ 7 milhões. A Superintendência da PF suspeita que o valor seja superior, já que ela tinha autorização para realizar a movimentação bancária desde 2006.

Com informações do Correio Braziliense.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Chave PIX:

13.219.847/0001-03

Nos apoie:

Chave PIX:

13.219.847/0001-03