Responsive Ad Slot

Rúbia Sagaz, assistente social que confrontou Romero Jucá em avião, se diz orgulhosa

Postado por Simone de Moraes

30/11/2017 16:45


Crédito: Meme das Redes Sociais

Do Jornal de Santa Catarina – “Romero? Excelentíssimo senador, tudo bem? Gente, o Romero Jucá, do grande acordo nacional, com Supremo e com tudo!”. Foi com essa reação que a blumenauense Rúbia Sagaz, 33, abordou nesta quarta-feira à noite o senador Romero Jucá (PMDB-RR) durante um voo de Brasília para Guarulhos. O vídeo gravado por ela viralizou nas redes sociais e já tinha mais de 20 mil compartilhamentos às 14h desta quinta.

Lembrando da infame conversa gravada entre o ex-ministro e o  ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que falava do “grande acordo” para um “pacto” que iria “estancar a sangria” causada pela Operação Lava-Jato na política do país, a blumenauense causou a revolta do senador, que a respondeu dizendo “você é petista, né? Por isso que a gente tirou vocês”. O vídeo segue com quase dois minutos de duração mostrando a discussão entre Rúbia e Jucá, em que ela o critica por questões como as reformas trabalhistas e da previdência, além da situação da educação e da saúde.

Eu precisava despertar isso nas pessoas, mostrar que ele estava ali tranquilamente no voo enquanto o país sofre. Estou muito orgulhosa, remexi nesse assunto do pacto nacional que já estava meio esquecido. Não adianta só protestar nas redes sociais, tem que acabar com o sossego deles. Eles congelam investimentos, fazem reformas dizendo que são representantes do povo mas só pensam neles — disse Rúbia em entrevista à reportagem do Santa.

A blumenauense, que é assistente social e trabalha no Instituto Federal Catarinense (IFC), conta que estava em Brasília a trabalho e pegou o voo das 18h10min desta quarta para Guarulhos, de onde fez uma conexão até Florianópolis. Ela diz que notou Jucá sentado nas primeiras fileiras do avião assim que embarcou, mas ficou em dúvida se era realmente ele.

— Fui até a minha poltrona, no final do avião, e fiquei pensando se era ele mesmo. Pesquisei fotos no celular e confirmei. Fiquei muito nervosa, eu precisava falar algo, vomitar tudo isso.  Comecei a pensar durante o voo em que momento poderia ir lá e falar com ele.

Às 19h15min, uma hora depois do voo decolar, Rúbia conta que levantou e caminhou em direção ao político. Por coincidência, ele estava em pé pegando algo na bagagem. Foi então que começou a situação registrada no vídeo.

— Eu nunca imaginava que teria essa repercussão, mas fico feliz em ver que a maioria das pessoas está me apoiando. Quando ele tenta pegar o celular da minha mão alguém já gritou “não vai bater em mulher não” e muita gente o criticou junto. Depois que veio o moço da Gol e me disse para fazer essa manifestação fora do avião, que era melhor eu retornar para a poltrona, muitos passageiros vieram falar comigo, pedir meu celular, me elogiar pela atitude. O restante do voo não foi tranquilo (risos).

A blumenauense admite que ficou tão nervosa que chegou a passar mal durante o voo, inclusive com medo do que poderia falar para ele e se envolver em algum problema maior. Na hora do desembarque do voo, ela diz que não chegou a ver Jucá saindo e, depois, seguiu normalmente sua viagem para casa.