Responsive Ad Slot

Caso de febre amarela é investigado pela Secretaria de Saúde do DF

Postado por Simone de Moraes

27/11/2017 13:42


A Secretaria de Saúde do Distrito Federal investiga um caso suspeito de febre amarela ocorrido em Brasília. O paciente é um homem de 43 anos, morador do Sudoeste, que circulou, , nos últimos dias, em condomínios e na área rural do Jardim Botânico. Ele está internado em estado gravíssimo, com provável morte cerebral, a ser confirmada pelos últimos testes.

Segundo o órgão, os exames clínicos e laboratoriais ainda não foram conclusivos. Um novo boletim médico será divulgado na tarde de hoje (27).

De acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de 1º de dezembro de 2016 até 31 de maio de 2017, apenas um caso de febre amarela foi confirmado no Distrito Federal. No mesmo período, 54 casos foram notificados, sendo 49 descartados e 4 ainda estavam em investigação durante a divulgação do boletim.

Mesmo sem a confirmação deste novo caso, a secretaria informou que já está tomando as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde. Entre as ações estão o combate aos mosquitos e a vacinação dos residentes nas áreas em que o paciente circulou.

A secretaria também está monitorando as epizootias, que são as doenças em animais. Até o momento, o DF não teve nenhuma epizootia confirmada por febre amarela. Apesar disso, o órgão pede que a população esteja alerta, especialmente caso verifique a presença de macacos doentes ou mortos.

Em qualquer situação verificada, a população pode notificar a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) pelos telefones (61) 99269-3673 ou (61) 3344-8527.

O Distrito Federal é uma região em que está recomendada a vacinação contra febre amarela e as pessoas que ainda não têm nenhuma dose da vacina podem procurar as Unidades Básicas de Saúde. Segundo a Secretaria de Saúde, o DF possui estoque suficiente para seguir as orientações do Programa Nacional de Imunização, aplicando uma dose aos não vacinados.

NOTA À IMPRENSA

Após contato com o hospital, a Secretaria de Saúde informa que o paciente D.I.G.N. faleceu na manhã desta segunda-feira (27). O protocolo da morte encefálica foi decretado às 11h24. Há uma suspeita, ainda não confirmada e que está sendo investigada pela secretaria, que D.I.G.N. tenha contraído febre amarela

 

 

Ag.Brasil