Responsive Ad Slot

Morre Raul Aragão, voluntário da ONG Rodas da Paz, atropelado por carro no DF

Postado por Simone de Moraes

22/10/2017 15:41


Crédito: Reprodução

Morreu na manhã deste domingo (22) o ciclista e integrante da ONG Rodas da Paz que foi atropelado por um carro no início da tarde deste sábado (21) na área central de Brasília. Raul Aragão, de 23 anos, chegou a ser socorrido em estado grave ao Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos. O acidente aconteceu por volta de 14h30, em frente à Secretaria de Educação, perto da entrequadra 406/407 Norte.

O motorista, que tem 18 anos, permaneceu no local do acidente e foi submetido ao teste do bafômetro. Em nota, a PM apontou que o exame não indicou embriaguez. A ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia de Polícia, e o jovem – que não teve identidade revelada – ainda não prestou depoimento.

Ainda não há informações sobre velório e enterro de Aragão. Entusiasta da bicicleta e estudante de sociologia, ele atualmente era responsável pela Coordenação de Contagens de Ciclistas da ONG Rodas da Paz. A organização surgiu em 2003 para “reagir à violência e ao crescente número de acidentes e mortes no trânsito”. Desde então, promove ações voltadas ao trânsito seguro.

Em nota em redes sociais, a ONG lamentou o ocorrido. “Estamos muito, muito, muito tristes e isso não combina com a sua alegria. Ainda não dá, mas só queremos pensar no quanto foi bonito o nosso encontro. Em todas as fotos você está ou sorrindo ou compartilhando – carinho, informação, sua energia super positiva – ou, na maioria das vezes, as duas coisas ao mesmo tempo.”

“Valeu demais, Raulzito, um dos voluntários mais queridos e participativos da Rodas da Paz e de outros grupos voluntários. Assim que tivermos mais informações sobre as homenagens para ele, avisaremos. Mandem os melhores sentimentos e pensamentos para o Raul Aragão e sua linda família, a quem dedicamos todo nosso apoio. #VáemPazAmigo”

Aragão também atuava na Bike Anjo, um coletivo de ciclistas que acompanham pessoas que querem começar a pedalar, dando dicas sobre comportamento e compartilhamento no trânsito e trazendo mais confiança para o iniciante. Ele costumava se caracterizar com nariz de palhaço nas ações.

Também militante na causa, Uirá Lourenço se disse em choque com o ocorrido. “É um cara experiente, que usa a bicicleta no dia a dia há muito tempo, que ajuda, é voluntário tanto da Rodas da Paz quanto da Bike Anjo”, disse.

“É muito chocante. A imagem que tenho dele é do sorriso, de um cara alto-astral.”

Homenagem a Raul Aragão, ciclista e voluntário da ONG Rodas da Paz, em redes sociais (Foto: Reprodução)

Do G1