Responsive Ad Slot

Estratégia: Temer ‘demite’ Jungmann para obter mais votos na Câmara

Postado por Adairton Sousa

18/10/2017 13:56


Crédito: Reprodução/editado

 

O presidente Michel Temer demite dois ministros sendo eles Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia e Raul Jungmann da defesa. Segundo o Diário Oficial da União publicado quarta-feira, (18/10).

Os decretos, assinados por Temer, não informam o motivo das exonerações. Mas o governo tem adotado a estratégia de licenciar ministros para ganhar mais apoio em votações importantes no Congresso. Os dois têm mandato de deputado federal.

No caso de Jungmann, ele tem sido exonerado com frequência – retornando ao cargo logo depois – para cumprir exigências regimentais relacionadas ao seu mandato parlamentar, cuja vaga é de suplente.

Já Fernando Coelho Filho disse que foi exonerado para reassumir seu mandato de deputado federal e poder apresentar emendas individuais ao Orçamento de 2018. O prazo para o protocolo dessas emendas parlamentares termina na próxima sexta-feira.

A expectativa é que outros ministros que são parlamentares peçam exoneração no decorrer da semana para apresentar suas emendas parlamentares individuais.

O ministro Coelho Filho, que é deputado pelo PSB de Pernambuco, disse ainda que deverá ficar fora do ministério até a próxima quarta-feira, quando deve ocorrer a votação da denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer pela Procuradoria-Geral da República no plenário da Câmara.

O deputado afirmou que quer aproveitar o retorno à Casa para votar a favor de Temer.

Informações: Notibras