Responsive Ad Slot

CCJ: Deputado Molon (Rede-RJ) é a favor da denúncia contra Temer

Postado por Adairton Sousa

17/10/2017 11:44


Crédito: Atos noticias

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara começa a discutir hoje (17/10) o parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que não recomendou a autorização do prosseguimento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

O deputado Alessando Molon (Rede-RJ) diz que o relator e as defesa dos acusados dão a entender que a denúncia faz uma “criminalização da política”. Ele diz que a própria denúncia tem um trecho que desmonta essa tese. “O ilícito não está na constituição de alianças políticas, mas no uso delas para arrecadação de propina”, diz Molon.

O deputado Alessando Molon (Rede-RJ) reforça que não há criminalização da politica e fala que foram cometidos crimes usando as alianças políticas.

O deputado Alessando Molon (Rede-RJ) diz que a denúncia não acusa alianças, e sim o uso delas para roubar. “Isso é crime através da política.”

“Michel Temer participava da distribuição de propina arrecadada”, diz Molon. Ele destaca que fala isso com embasamento na denúncia apresentada.

Não são apenas delações, são mensagens de texto em celular, telefonemas, extratos bancários, fotos, filmes, gravações, testemunhos, todo tipo de prova”, acrescenta Molon.

 

Transmitido ao  vivo pela  EBC