Responsive Ad Slot

Pelo menos até quinta, Arruda, Agnelo e Filippelli permanecerão presos

Postado por Simone de Moraes

29/05/2017 11:10


A Justiça prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária dos ex-governadores do Distrito Federal Agnelo Queiroz e José Roberto Arruda e do ex-assessor especial da Presidência da República Tadeu Filippelli.

Eles foram presos na última terça-feira (23). Com a medida, os investigados devem ficar presos, pelo menos, até a próxima quinta-feira (1º).

O juiz federal Vallisney de Souza, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, também negou os pedidos de liberdade provisória apresentados por outros sete detidos, na Operação Panatenaico.

Os dez presos são investigados por supostas irregularidades nas obras do Estádio Mané Garrincha. O juiz bloqueou mais de R$ 150 milhões dos suspeitos.

Para o magistrado, a manutenção das prisões é imprescindível para as investigações, pois poderá haver prejuízo na colheita de prova, inclusive em relação a terceiros. O juiz destacou que, nos próximos dias, pode haver novos indícios de outros envolvidos.

A decisão judicial também traz referência as apreensões feitas pela Polícia Federal (PF). Documentos, agendas com marcação de encontros entre os investigados, cheques de altos valores, dinheiro em espécie e diversas mídias, incluindo aparelhos celulares contendo informações associadas ao caso, foram encontrados durante as buscas.

 

Agência Brasil