Responsive Ad Slot

Em defesa do meio ambiente, papa Francisco passa a usar carro elétrico

Postado por Simone de Moraes

2/03/2017 9:35


Crédito: Reprodução

O papa Francisco decidiu usar um carro 100% elétrico durante o período de um ano como parte de um projeto piloto em prol do meio-ambiente.

O automóvel, um Nissan Leaf na cor branca, é equipado com um painel solar e faz uso de baterias que armazenam energia. O veículo é fruto de uma doação feita pelo grupo alemão Wermuth Asset Management GmbH (WAM), plataforma responsável pelo gerenciamento de mobilidade elétrica.

“Com o projeto piloto que inclui o veículo 100% elétrico usado pelo Papa, esperamos demonstrar que a mobilidade elétrica agora não é apenas boa para o meio ambiente, mas também é mais econômica em comparação com carros que usam motor a combustão”, afirmou Jochen Wermuth, diretor de investimentos da WAM.

Segundo ele, “o Papa está partindo do compartilhamento de uma visão de mundo, através da Laudato Si, para a implementação da encíclica”, com isso pode estabelecer “um exemplo a ser seguido por outros chefes de Estado e qualquer pessoa do mundo”, acrescentou. A decisão faz parte do cumprimento de um dos objetivos acrescentados na encíclica “Laudato Si”, escrita pelo papa Francisco e que teve contribuição do teólogo Leonardo Boff, que inclui redução da pobreza, redução do desemprego entre os jovens e diminuição das mudanças climáticas.

Recentemente, Bergoglio afirmou que “quando maltratamos a natureza, maltratamos também os seres humanos” e que, inspirado pela sua encíclica, é necessário escutar “tanto o grito da terra quanto o dos pobres”.

Desta forma, Francisco tem aconselhado aos seus fiéis a assumirem “um compromisso firme”, o que significa “traduzir em atitudes e comportamentos concretos mais respeitosos à criação”.

 

Agência Ansa