Responsive Ad Slot

O ENIGMÁTICO EDUARDO CUNHA!

Postado por Simone de Moraes

11/02/2017 18:00


Crédito: Reprodução

Escrito pelo poeta Francisco Costa no Facebook– Se há um homem inteligente, perspicaz, capaz de raciocinar friamente e jogar fazendo das regas do jogo aliadas suas, esse é Eduardo Cunha.
Para quem sabe fazer análises políticas das situações e que conhece um pouco a alma humana, Eduardo Cunha é um atestado de inocência de Lula e Dilma.
Se há ou deveria haver um alvo preferencial para o ódio de Cunha, este alvo é o PT, mais particularmente Dilma e Lula, pela ordem, e por quê?
Toda a desgraceira que se abateu sobre Cunha tem uma única origem: a recusa dos deputados do PT, por orientação da Dilma, de votar pela absolvição dele na Comissão de Ética da Câmara, o que o levou a ser cassado.
Mesmo conduzindo o processo de impeachment de Dilma, como retaliação pessoal, desde sempre Cunha sabia que não havia motivos, tanto que recusou 21 pedidos de cassação da presidente, arquivando-os, só se utilizando pelo pedido impetrado por Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior, muito mais pela respeitabilidade dos dois, nos meios jurídicos, que pela consistência da argumentação, que se revelou frágil e falsa, como ficou evidenciado depois.
Dilma foi cassada “pelo conjunto da obra”, o que não é constitucional, caracterizando um golpe de Estado.
Nenhuma acusação sobre caso específico, de Lula e Dilma, só generalizantes e apoiados por convicções, sem provas.
Hoje, praticamente um ano depois, a Lava Jato continua procurando a primeira prova contra Lula e contra Dilma não tem elementos sequer para abrir investigações.
Eduardo Cunha continua jogando certinho, prendendo o trunfo, para colocar em desespero os demais jogadores.
Primeiro deixou claro que seguraria a pemba, desde que não prendessem a sua mulher e a filha, porque o dossiê derrubaria a república, tantos seriam os ladrões denunciados, nos TRÊS poderes.
Resultado: uma prisão secreta, sem mídia e sem fotos, combinada, nada de cabeça raspada ou uniforme do sistema penitenciário.
A mulher de Cabral está presa, mulheres outras de outros ladrões estão presas, mas a dele não, apesar de todas as provas contra ela.
Ouvido por Moro em tesão explícito de ouvir a palavra Lula, o que Moro ouviu foi um longo dossiê sobre a periculosidade de Michel Temer, segundo Cunha o chefe da quadrilha, segundado por Romero Jucá.
No dia seguinte, advogado de defesa de ladrões, Moro afirmou que o depoimento de Cunha foi uma tentativa de constranger e intimidar Temer, como se juízes pudessem emitir opiniões fora dos autos, o que faz de Moro só mais um político na quadrilha.
Ato contínuo, no dia seguinte Cunha redigiu extensa carta, mostrando os mecanismos de chantagem e tortura psicológica nos cárceres de Curitiba, buscando delações contra Lula e outros petistas.
Sintomaticamente, para colaborar com o fim da Operação Lava Jato. O jornal Folha de São Paulo, mais que acatar a carta, a publicou, como parte de uma extensa reportagem, questionando Moro e a Farsa Jato, sintoma de que o juizeco começa e ver o seu momento de desgraça chegar (o Estadão está batendo na banda podre do Ministério Público Curitibano e a Globo já não morre de amores por Temer, fortalecendo o PSDB).
Sobre Lula, nem um pio de Cunha, fosse diante do Justiceiro da Cia ou na carta.
Cunha não espera o apoio do PT, sabe que não pode esperar, a ferida é muito grande, ainda está aberta e sangra: ele derrubou Dilma.
O que motivaria então essa posição de Cunha, em relação a Lula, senão ser mais um a não ter o que falar?
Cunha, como as 27 testemunhas de acusação e as 11 de defesa não ousam afirmar Lula é ladrão porque sabem que não bastará, terão que provar, e provas não há.
A esperança de Moro, da quadrilha golpista, Globo e Cia repousa em Sérgio Cabral, que recebeu enormes aportes de dinheiro federal, por causa da Copa e das Olimpíadas, e em Eike Batista, por conta de mega empréstimos, contraídos no BNDES.
Considerando a idade dos dois réus, Moro já deixou claro: ou inventa qualquer coisa sobre Lula ou prisão perpétua, eu tenho compromisso com a Globo e o governo norte-americano, que já perderam a paciência e querem me derrubar.
Quanto a Cunha… Por trás daquela cara de fuinha, olhos de maluco em crise e andar de caranguejo… Uma inteligência enorme, rara, invejável.
Pena que a serviço do mal.

Francisco Costa
Rio, 11/02/2017.