Responsive Ad Slot

Funcionários da Cedae fazem greve contra privatização da empresa exigida por Temer

Postado por Simone de Moraes

20/02/2017 11:36


Crédito: Reprodução

O governo ilegitimo de Michel Temer, não têm limite para entrar as riquezas do Brasil a iniciativa privada, de preferência a estrangeira. Por ser um governo ilegitimo, que não passou pelas urnas, pouco importa a opinião pública. A privatização é a palavra chave desse governo “usurpador”.

Para protestar sobre privatização, os funcionários da Cedae iniciaram hoje (20) uma greve que deve ser mantida durante o tempo em que a privatização da estadual for discutida na Assembleia Legislativa do estado (Alerj). A empresa é responsável pelo abastecimento de água na maior parte dos municípios fluminenses.

A votação do Projeto de Lei 2.345/17, que começa a ser votado na manhã de hoje, autoriza a venda de ações da empresa estadual. A privatização da companhia de abastecimento e tratamento de esgotos foi uma exigência do governo de Michel Temer para que um empréstimo federal de R$ 3,5 bilhões seja concedido ao governo fluminense.

A votação deve se estender até a próxima quinta-feira (23). Nos quatro dias de discussões, serão discutidas e votadas 211 emendas ao projeto.