Responsive Ad Slot

Depois de lauto jantar, governo anuncia votos para aprovar o “teto da maldade”

Postado por Luan

10/10/2016 5:26


Crédito: Foto: Reuters / Ueslei Marcelino

A proposta de Emenda à Constituição (PEC 241/16) que limita o teto de gastos públicos mais conhecida como “teto da maldade”, animou o governo que espera contar com mais de 350 votos para garantir a proposta, que deve ser votada em primeiro turno nesta segunda-feira (10) na Câmara dos Deputados. O anuncio foi do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, responsável por articular a política do governo.

O ministro falou com jornalistas após lauto jantar  pago pelo contribuinte e oferecido pelo presidente Michel Temer na noite de ontem (9), no Palácio da Alvorada, a deputados que integram partidos da base aliada. Durante o jantar, o presidente pediu aos parlamentares apoio para a aprovação da proposta.

De acordo com Geddel, cerca de 200 parlamentares participaram do jantar e firmaram o compromisso de votar favoravelmente à proposta. Para ser aprovado, o texto precisa de no mínimo 308 votos. “Foram um pouco mais ou um pouco menos de 200, mas foi uma presença extremamente expressiva . Vamos contar com quórum significativo e vamos aprovar a matéria. Acho que com mais de 350 votos”, afirmou.

 

Líderes

Além dos presidentes da Câmara e do Senado também estiveram presentes os líderes Antonio Imbassahy (PSDB-BA), Baleia Rossi (PMDB-SP), Rogério Rosso (PSD-DF), Pauderney Avelino (DEM-AM) e Jovair Arantes (PTB-GO). Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Dyogo Oliveira (Planejamento), Mendonça Filho (Educação) e Ronaldo Nogueira (Trabalho) também participaram do encontro.