Responsive Ad Slot

CPI da Saúde aprovou convocações e vai quebrar sigilos bancários, fiscal e telefônicos

Postado por

18/08/2016 20:25


Crédito: Reprodução CLDF

A CPI da Saúde aprovou após o depoimento do ex-secretário de Saúde Fábio Gomdim, nesta quinta-feira (18), a convocação de três citados nas denúncias reveladas pela presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues: o ex-ouvidor da vice-governadoria do DF, Valdecir Medeiros, o ex-técnico em políticas públicas e gestão governamental da Seplag, Edvaldo Simplício da Silva, e o ex-gerente de Cessões, Requisições e Ressarcimentos da Seplag, Christian Michael Popov. A comissão também aprovou a convocação do último secretário geral da Câmara Legislativa, Valério Neves, para esclarecer os diálogos gravados pela deputada Liliane Roriz (PTB). Todas os depoimentos não tem datas definidas para ocorrerem.

Os distritais membros da CPI aprovaram ainda a quebra de sigilos bancário, fiscal e telefônico de cinco empresas que teriam sido beneficiadas com o repasse de recursos liberados após acerto de suposto pagamento de propina a deputados, registrado pelas gravações de Liliane Roriz. As instituições investigadas serão o Hospital Santa Marta (com R$ 11 milhões em dívida reconhecida pelo GDF), Home Hospital Ortopédico (R$ 5 milhões), Fundação Universitária de Cardiologia (R$ 4,5 milhões), Oxtal – Medicina Interna e Terapia Intensiva (R$ 2,5 milhões) e Hospital São Francisco (R$ 2 milhões).

Os requerimentos foram aprovados com quatro votos favoráveis e três ausências. Participaram da votação na Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde os deputados Wellington Luiz (PMDB), Lira (PHS), Roosevelt Vilela (PSB) e Wasny de Roure (PT).