Responsive Ad Slot

Eduardo Bolsonaro mente ao dizer que não cospe em ninguém. Veja o vídeo:

Postado por

19/04/2016 17:32


Crédito: Reprodução

Um dia após a votação sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, o filho de Jair Bolsonaro (PSC/RJ), Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) gravou um vídeo mostrando o deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ), cuspindo na direção do seu pai, após votar contra o impedimento.

No vídeo, Eduardo Bolsonaro, repudia o comportamento de Jean e pontua que jamais cuspiria em outro deputado, pois esta não seria a conduta correta de um parlamentar.

No entanto, nesta terça-feira circula um vídeo com um novo ângulo que contradiz as declarações de Eduardo. No flagrante, é possível ver o filho de Jair Bolsonaro cuspir em direção ao deputado do PSOL, após este ter cuspido em seu pai.

Confira o vídeo:

PSOL e Jair Bolsonaro prometem ações

A bancada do PSOL na Câmara fará uma denúncia ao Ministério Público contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por apologia ao crime. No domingo, ao votar a favor do impeachment, o deputado exaltou a ditadura e elogiou Carlos Brilhante Ustra, ex-chefe do Doi-Codi de São Paulo, um dos mais sangrentos centros de tortura do regime militar.

Ele é apontado como responsável por ao menos 60 mortes e desaparecimentos em São Paulo durante a ditadura e foi denunciado por mais de 500 casos de tortura cometidos nas dependências do Doi-Codi entre 1970 e 1974.

Por sua vez, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que vai entrar com uma representação no Conselho de Ética da Câmara contra o colega Jean Wyllys (PSOL-RJ), que admitiu ter cuspido em seu rosto durante a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), na noite deste domingo, em Brasília.

 

 

 

Com informações do Extra