Responsive Ad Slot

Advogados abandonam caso do delator que confessou ter mentido sobre Dirceu

Postado por Luan

29/01/2016 15:49


Crédito: Reprodução

Treze advogados que atuavam na defesa do empresário Fernando Moura, delator da Lava Jato, deixaram o caso ontem, 28, após o empresário voltar atrás em suas declarações; em depoimento ao juiz Sérgio Moro, ele contestou suas afirmações sobre o arranjo entre Etesco e Renato Duque, que permitiu que a empresa fechasse diversos contratos milionários com a Petrobras; também reconheceu que mentiu sobre suposta orientação de José Dirceu para que ele deixasse o País.

“Vimos, por meio desta, notificar Vossa Senhoria da renúncia ao ‘mandato-que nos foi outorgado por procuração “ad judicia”, para o fim de representá-lo na Ação Penal n.º 5045241-84.2015.4.04.7000, bem como no Termo de Acordo de Colaboração Premiada, ambos em trâmite perante a 13ª Vara Federal da Subsecção Judiciária de Curitiba, Estado do Paraná”, diz o documento.

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, na sexta-feira, 22, Fernando Moura se contradisse no trecho:

“O declarante tem conhecimento que esse arranjo entre Etesco e Renato Duque permitiu que a Etesco fechasse diversos contratos milionários com a Petrobrás; que a Etesco, que era uma empresa de pequeno e médio porte passou repentinamente a ficar como um player entre as gigantes da construção”, questionou Moro.

“Falei isso?”, respondeu Fernando Moura.

Ele também mudou sua versão sobre suposta orientação de José Dirceu para que ele deixasse o País no auge do chamado mensalão e disse que o responsável pelas indicações do PT para a Petrobrás era Silvio Pereira, ex-secretário-geral do partido:

“Nada. Eu nunca negociei com o Zé, direto, de dinheiro, de nada”, disse Moura.

Ameaçado de perder os benefícios da delação premiada, ele agora diz ter apresentado ao juiz federal declaração que beneficia ex-ministro, após ter sofrido ‘ameaça velada’.

Assinaram a renúncia os advogados Pedro Ivo Gricoli Iokoi, Adriano Scalzaretto, Bruno Magosso de Paiva, Bruno Lambert Mendes de Almeida, Caio Nogueira Domingues da Fonseca, Ana Carolina Pastore Rodrigues, Marcella Kuchkarian Markossian, Felipe Ferreira de Camargo, Mariana Badaró Gonçalles, Giovanna Zanata Barbosa, Anna Cristina Guimarães Souza, Raul Abramo Ariano e Ligia Lazzarini Monaco.

Empresário admite que mentiu no depoimento onde acusa José Dirceu

 

 

Com informações do 247