Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Professores da UnB deflagram greve

Postado por Simone de Moraes

18/05/2012 16:05


Crédito: DA Press

Na manhã desta sexta (18), os professores da Universidade de Brasília (UnB) aprovaram o início da paralisação para a próxima segunda (21), aderindo ao movimento grevista que já alcança 36 instituições de ensino superior que aderiram ao movimento nacional convocado pela Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) no último sábado (12). A principal reivindicação é a reestruturação do plano de carreira, discutida com o governo federal no ano passado (+aqui).

A assembleia da UnB contou com a presença de cerca de 120 dos 2.308 professores da instituição. De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da UnB (Adunb), Ebnezer Nogueira, o reajuste de 4% garantido na Medida Provisória (MP) 568, assinada pela presidente Dilma Rousseff em 11 de maio, foi aceito pelos docentes, porém a greve diz respeito ao plano de carreira. “O governo reestruturou todas as carreiras, menos a dos professores universitários”, disse.

Técnicos – Os servidores técnico-administrativos da UnB também podem parar no próximo mês, porque a MP editada pelo governo federal na última semana não garante o reajuste que a categoria pede. Uma das principais reivindicações da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra) é o reajuste salarial de 22%, com reposição da inflação de 2010 e 2011.

O prazo máximo definido pela Fasubra para a negociação com o governo é 31 de maio. Se as reivindicações não forem atendidas, os servidores podem deflagrar greve geral. A categoria quer ainda a flexibilização da jornada de trabalho para seis horas diárias e aguardam a realização do plebiscito marcado para 29, 30 e 31 maio para decidir sobre a paridade dos votos na eleição para reitor da universidade este ano.

 

Confira as instituições que aderiram à greve, além da UnB.

 

1- UFMA (Universidade Federal do Amazonas)

2- UFRO (Universidade Federal de Rondônia)

3- UFRA (Universidade Federal Rural do Amazônia)

4- UFPA (Universidade Federal do Pará /Central)

5- UFPA (Universidade Federal do Pará /Marabá)

6- UFOPA (Universidade Federal do Oeste do Pará)

7- UNIFAP (Universidade Federal do Amapá)

8- UFMA (Universidade Federal do Maranhão)

9- UFPI (Universidade Federal do Piauí)

10- UFERSA (Universidade Federal do Semi-Árido) – Mossoró

11 UFPB (Universidade Federal da Paraíba)

12- UFPB-PATOS (Universidade Federal da Paraíba / Patos)

13- UFPB (Universidade Federal da Paraíba / Cajazeiras)

14- UFCG (Universidade Federal de Campina Grande)

15- UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco)

16- UFAL (Universidade Federal de Alagoas)

17- UFS (Universidade Federal de Sergipe)

18- UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro)

19- UFU (Universidade Federal de Uberlândia)

20- UFV (Universidade Federal de Viçosa)

21- UFLA (Universidade Federal de Lavras)

22- UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto)

23- UFSJ (Universidade Federal de São João Del Rey)

24- UFES (Universidade Federal do Espírito Santo)

25- UFPR (Universidade Federal do Paraná)

26- FURG (Universidade Federal do Rio Grande)

27- UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso)

28- UFMT-RO (Universidade Federal do Mato Grosso / Rondonópolis)

29- UFRRJ(Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro)

30- UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri)

31- UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná)

32- IFPI (Instituto Federal do Piauí)

33- IFMG(Instituto Federal de Minas Gerais)

34- UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia)

35- CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica) de Minas Gerais

 

(Visited 1 times, 1 visits today)