Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

“Nobreza e sensibilidade”

Postado por Simone de Moraes

10/05/2012 16:21



E a humanidade parece que ainda tem jeito. Aqui no DF, o autor de uma ação de execução de um imóvel, convencido pelos argumentos de seu advogado, desistiu da ação porque a parte que sofreria a execução, uma senhora, vivia em "delicada situação de pobreza". Na petição, o advogado descreve a situação em que encontrou a fiadora, afirmando que seria "imoral" minorar o pouco do que ela ainda tinha. A juíza de Direito substituta Jaqueline Mainel Rocha de Macedo, ao julgar extinta a execução, ressaltou a "nobreza e sensibilidade" do defensor por ter se dirigido ao imóvel penhorado, onde constatou "situação de injustiça que seria perpetrada" caso a ação fosse adiante.

 Veja a petição aqui clicando em cima para aumentar o tamanho

 

 

 

Do Migalhas

(Visited 1 times, 1 visits today)