Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Dadá previu a queda de Agnelo em 3, 4 meses

Postado por Simone de Moraes

28/04/2012 17:37


Crédito: Lia de Paula - Ag

 

 

Luiz Carlos Azenha – No dia 28.01.2012, a revista Veja publicou reportagem intitulada O PT na Caixa de Pandora, baseada em entrevista com o delator Durval Barbosa. A reportagem acusava o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, de ter se beneficiado politicamente da Operação Caixa de Pandora, que detonou José Roberto Arruda (DEM) e abriu caminho para a eleição de Queiroz.

Como está claro neste grampo entre o araponga Idalino Matias, o Dadá (ou Chico), que trabalhava para Cachoeira, o grupo sabia sobre a publicação da reportagem antes dela sair:

 

O senador Demóstenes Torres (agora acusado formalmente pelo procurador Roberto Gurgel de ser sócio oculto da Delta) se manifestou e, em entrevista à Veja, acusou Agnelo de ter agido de forma criminosa:

Vejam agora o que Carlinhos Cachoeira comentou sobre o caso, nos dias subsequentes:

Notem que, no pé desta última degravação, Cláudio Abreu, diretor da Delta, se orgulha de ter orientado o diretor da revista: “PJ, vai nesse caminho”.

A Delta tem contratos para coleta de lixo no DF desde os tempos de Arruda.

Aparentemente, o grupo de Cachoeira fazia pressão para obter algum acerto com o governador Agnelo Queiroz e usou a imprensa para fazê-lo.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)