Responsive Ad Slot

TITULO DA CAMPANHA

Associações de policiais manifestam repúdio a PM’s que comemoraram insegurança

Postado por Simone de Moraes

10/04/2012 21:51


Crédito: aderivaldo23.wordpress.com





A comemoração do aumento da violência no Distrito Federal por parte de Policiais Militares, em rede social motivou associações de policiais civis a lançarem uma nota repudiando a atitude. Desde o dia 15 de fevereiro, praças e oficiais da PM e corpo de Bombeiros Militar do DF estão em operação padrão e só atendem as ocorrências mais graves (veja matéria). A operação desencadeou o aumento de criminalidade e culminou na troca de comando da PM nesta segunda (leia aqui).

Na nota, os policiais civis desmentem a Carta Aberta à População lançada pelo movimento grevista da PM e CBM – DF e repudiam a atitude de usar a rede social para agradecer a bandidos pelo aumento da criminalidade. Leia abaixo a íntegra carta de repúdio dos sindicatos de policiais civis.

REPÚDIO À DESORDEM SOCIAL PROVOCADA POR GRUPOS ANÔNIMOS DA PM/BM-DF

O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol/DF) e a Federação Interestadual dos Policiais Civis (Feipol) das Regiões Centro-Oeste e Norte, vêm a público externar repúdio às manifestações encaminhadas por grupos covardes de Policiais e Bombeiros Militares do DF, que usam as redes sociais e panfletos, para divulgar mentiras utilizando como pano de fundo uma luta por valorização daquelas categorias. No documento intitulado de CARTA ABERTA À POPULAÇÃO, existe mentirosa comparação salarial entre carreiras distintas que compõem a estrutura da Segurança Pública do DF, explicitando valores salariais que não condizem com a realidade de cada categoria e ainda disseminam o medo na população com ameaças de transformar o DF em uma terra sem lei.

Quisessem os autores do documento defender ou valorizar a PMDF/CBMDF, que o fizessem em campo aberto, subscrevendo sua autoria e a fonte onde buscaram as informações que não encontram paralelo de verdade em lugar algum.

O grupo covarde que difunde a referida carta, é o mesmo que, utilizando do anonimato, agradece a bandidos pela morte de um pai de família durante um assalto a comércio na 413 Norte/DF. Quem assim age, verdadeiramente são os piores bandidos travestidos de policiais. Ações dessa natureza se nivelam a grupos de milícias que tentam disseminar o terror na população sob o manto do anonimato.

Somos solidários aos integrantes da PMDF/CBMDF que integram instituições respeitadas pela sociedade, embora também estejam sendo vítimas de uma minoria que luta para transformar a segurança pública da capital federal em sucursal de outras regiões do Brasil, onde bandidos e policiais militares se confundem nas ruas, dentro e fora de suas fardas.

Defesa salarial e por melhores condições de trabalho se faz com respeito às instituições, aos poderes constituídos e, acima de tudo, à população que não pode se tornar refém de grupos irresponsáveis que buscam apenas a desordem social.

SINPOL/DF – POLICIAIS CIVIS A SERVIÇO DA COMUNIDADE.       

FEIPOL/ CENTRO-OESTE E NORTE –  A EMBAIXADA DOS POLICIAIS CIVIS EM BRASÍLIA.

Leia a Carta Aberta à população divulgada pela PM e CBM – DF

 

CARTA ABERTA DOS PM’s E BM’s A POPULAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

Os Policiais e Bombeiros militares do Distrito Federal conscientes de sua importância para manutenção da Paz Social e o Combate de 90% (noventa por cento) da criminalidade do Distrito Federal, Unidade Federativa que, aporta todos os Poderes constituídos da União, e ainda todas as Representações Diplomáticas do mundo com seu efetivo que na sua totalidade possuem Nível Superior completo arriscando suas vidas diuturnamente e diante do descalabro que se transformou os nossos vencimentos decidimos para o bom sustento e educação de nossos familiares iniciar um Movimento Reivindicatório cujo objetivo é novamente nos levar a um patamar digno das nossas responsabilidades e para que saibam o que acontece tornamos público o seguinte: A lei 10.633 de 27 de dezembro de 2002 que institui o Fundo Constitucional com o valor inicial de R$ 2.900.000.000,00 (dois bilhões e novecentos milhões de reais), foi reajustado em 58,06% (cinquenta e oito virgula zero seis por cento) desde 2008 até 2012 conforme os índices da Receita Líquida da União.

O Decreto 33.431 de 20 de dezembro de 2011 criou Gratificações para a Alta Cúpula da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal com os seguintes valores: R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais) Comandante Geral; R$ 13.929,00 (treze mil e novecentos e vinte e nove reais) Sub Comandante Geral e Chem; R$ 12.007,00 (doze mil e sete reais) Chefes de Departamentos; R$ 6.506,00 (seis mil e quinhentos e seis reais) Diretores e centro de Inteligência e R$ 2.937,00 (dois mil e novecentos e trinta e sete reais) para os Comandantes das Unidades; Somados aos salários de Coronel que é de R$ 15.656,00 (quinze mil e seiscentos e cinquenta e seis reais), o Comandante Geral passou a ganhar R$ 31.656,00 (trinta e um mil e seiscentos e cinquenta e seis reais), hoje, o Subcomandante Geral e o Chefe do Estado Maior recebem R$ 29.585,00 (vinte e nove mil e quinhentos e oitenta e cinco reais), os Chefes dos Departamentos R$ 27,676,00 (vinte e sete mil e seiscentos e setenta e seis reais), os Diretores R$ 22.162,00 (vinte e dois mil e cento e sessenta e dois reais) e os Tenentes-coronéis R$ 17.937,00 (dezessete mil e novecentos e trinta e sete reais). Isto para cumprir expediente das 13h00 as 19h00 e não gastar R$ 0,01 (um centavo de real) com combustível, telefone celular, duas secretárias, além dos motoristas. Enquanto os praças que arriscam suas vidas recebem cerca de 28% da remuneração de um CORONEL da PMDF/CBMDF e necessitam fazer Serviço Voluntário para ganhar R$ 200,00 (duzentos reais) quando conseguem tirar. Não apenas isso. Nosso atendimento hospitalar está suspenso.

Assim sendo, Pedimos o apoio a toda a Sociedade Brasiliense a qual juramos morrer para defender e que muitos já o fizeram.

Que compreendam a luta, pois hoje, o Soldado da Polícia militar e do Bombeiro militar deveriam receber um salario justo e digno, que seria 50% da remuneração de um CORONEL DA PMDF/CBMDF, em troca de um excelente serviço prestado a sociedade do Distrito Federal.

Ao invés disso o Senhor Governador do Distrito Federal concedeu aumento para o DETRAN e para a Polícia Civil e para nós acena com R$ 12,00 (doze reais) para completar o soldo que ficou abaixo do salário mínimo.

Nossa luta não é política, é por dignidade para nossas famílias.

Nossa ideia é informar a todos os órgãos de comunicação existentes e a todas as Polícias Militares do Brasil a nossa situação atual.

Este é o modelo de uma carta que será distribuída em todo Distrito Federal, em locais de grande movimentação tais como: Rodoviária; Centro de Taguatinga, Ceilândia; Universidades; Igrejas; Congresso Nacional; CLDF; STF; STJ; partidos Políticos; Ministérios; Metrô Rádios; TVs e Blogs. Tiragem 500.000 (quinhentas mil) envie suas ideias.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)